On Mar 10, 2008, <[EMAIL PROTECTED]> wrote:

> Utilizei como analogia. Se a SBC defende a livre iniciativa em
> informática sem reserva de mercado, porque ela impõe como norma
> (veja, nem todas as universidades utilizam como parâmetro, mas a
> maioria sim) uma boa pontuação no POSCOMP (que é sabido que não é
> feito considerando a diversidade dos cursos tecnológicos) como
> pré-requisito de acesso ao mestrado em computação?

Isso me parece perfeitamente de acordo com a não-regulamentação.  Em
vez de uma exigência de diploma, faz-se uma avaliação cuidadosa do
indivíduo para que ele comprove o que de fato sabe.

A existência de vícios na elaboração da prova, ou a preservação da
exigência de diploma de graduação por parte das universidades, não
invalidam a coerência da proposta de utilização de uma prova de
conhecimentos como meio de auferir a competência do candidado à
pós-graduação.

Uma vez que a prova seja bem elaborada, as universidades poderiam
(salvo regulamentação do MEC) inclusive deixar de exigir diploma de
graduação para ingresso no mestrado.  Quem comprova que tem o
conhecimento, entra, da mesma forma que uma empresa, na hora de
selecionar candidatos a uma vaga para contratação.

> Posso parecer xiita

Hoje em dia, os xiitas são os moderados.  Já foi-se o tempo em que
eram os radicais, já não faz mais sentido usar esse termo com esse
sentido.

-- 
Alexandre Oliva         http://www.lsd.ic.unicamp.br/~oliva/
FSF Latin America Board Member         http://www.fsfla.org/
Red Hat Compiler Engineer   [EMAIL PROTECTED], gcc.gnu.org}
Free Software Evangelist  [EMAIL PROTECTED], gnu.org}
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a