Patricia, esse assunto ficou meio off-topic, mas só pra esclarecer: AFAIN,
não é a SBC que cobra dos pós-graduandos a realização da prova. Quem cobra
isso são os cursos. Ela apenas oferece a forma dela de medir qualquer coisa.
Conheço cursos de pós em computação que não cobram do aluno o poscomp, e
acho que eles não são punidos por isso.

[]s
henrique



Em 10/03/08, [EMAIL PROTECTED] <[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
>
>
> > Patrícia, vc leu o projeto da SBC? Ela defende uma regulamentação SEM
> > criação de conselho e SEM reserva de mercado.
> >
> > http://homepages.dcc.ufmg.br/~bigonha/Sbc/plsbc.html
> >
>
>
> Olá
>
> Olhei o link já repassado nesta mesma Thread. Fica a dúvida de como se
> dára uma regulamentação (regulamentação SBC) acompanhada de sindicatos
> e etc se não há reserva de mercado. No meu entender (ponto de vista
> particular) quando vc propõe uma regulamentação, automaticamente você
> está "encaixotando" uma parcela da população que atende ao
> pré-requisito levantando. A SBC não fala em nenhum momento em restringir
> os profissionais sem diploma, mas também não apoia sua contratação,
> quando refere-se nos ítens 2,3 e 4 ao diploma como diferencial de
> competência (retirado do link encaminhado):
>
>     *   regime de liberdade ao trabalho na profissão de Informática em
> todo o País;
>     * competência profissional e posse do conhecimento como principais
> diferenciais a serem utilizados pela Sociedade e pelas empresas na
> contratação de serviços profissionais;
>     * valorização do diploma de cursos superior como instrumento
> diferenciador de capacidade tecno-científica e indicador de elevado
> potencial de competência profissional;
>     * uso do controle de qualidade de produto para garantia da satisfação
> do consumidor;
>     * uso da legislação pertinente (Cível, Penal, Comercial, Código do
> Consumidor, etc) para resolver divergências, punir irregularidades e
> promover a defesa de direitos;
>     * sindicatos atuantes para defender os interesses legítimos direitos
> da categoria profissional;
>     * conselho de Auto-Regulação atuante para a defesa da Sociedade por
> meio da vigilância do cumprimento da ética e de defesa da área do ponto
> de vista político.
>
>
> > Eu também acho que o POSCOMP não avalia nada, mas não vejo nenhuma
> > ligação
> > entre esses 2 posicionamentos da SBC.
> >
>
> Utilizei como analogia. Se a SBC defende a livre iniciativa em informática
> sem reserva de mercado, porque ela impõe como norma (veja, nem todas as
> universidades utilizam como parâmetro, mas a maioria sim) uma boa
> pontuação no POSCOMP (que é sabido que não é feito considerando a
> diversidade dos cursos tecnológicos) como pré-requisito de acesso ao
> mestrado em computação?
> Não estamos sendo incoerentes ao afirmar que, um indivíduo qualquer
> formando em uma universidade que não contempla todas as disciplinas de
> ciência da computação (em geral o poscomp é baseado neste curso para
> confecção da prova) não tenha capacidade para cursar mestrado?
> Acaso não precisamos de mestres para lecionar? Por lei, somemte um mestre
> pode lecionar para ensino superior (não que eu concorde, que fique claro),
> mas a própria SBC segrega a parcela da população que ela quer
> regulamentar/defender com atitudes como esta.
> Enfim, o assunto não é POSCOMP, e sim a regulamentação.
>
> Posso parecer xiita, mas toda vez que alguém vem com uma regulamentação,
> me parece uma reserva de mercado, se não no primeiro momento, uma porta
> aberta para o caso.
>
>
> [],s
> Patrícia
>
>
>
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a