opa,

2008/3/10 Alexandre Oliva <[EMAIL PROTECTED]>:
[...]
>  Fico profundamente incomodado quando vejo, na revista do CREA que
>  recebo, o constante encorajamento à denúncia do exercício "ilegal" da
>  profissão (sou engenheiro de computação, não tem exigência de
>  diploma), sempre comentada na seção de cartas com argumentos do tipo
>  "prejudicam a nossa remuneração".  Aí eu me pergunto: putz, a gente
>  paga pra manter a instituição pra ela poder cobrar da gente a AR pra
>  cada serviço que a gente faz, pra ela supostamente fiscalizar o que a
>  gente faz, pra ela chamar de vilão quem não quer alimentar essa
>  estrutura injustificada?


realmente, justificativas que argumentam prejuízo de remuneração
são tristes de se ver. Porém, a estrutura do CREA está muito
longe de ser injustificada. As exigidas ARTs - Anotações de
Responsabilidade Técnica - tem impedido muitas caldeiras
de explodir, prédios de desabar e tetos de ruir em cima
de muitas cabeças. O termo "responsabilidade" infelizmente
perece ser esquecido no meio de tantos outros fatores,
embora seja o mais importante. Se existe ou não distorções
no modo como o Conselho é gerido, isso eu não sei dizer,
mas que construções tem de ser fiscalizadas, a isso
tem que ser mesmo, senão acontece como aconteceu
em Guaratuba, uma reforma indevida e não fiscalizada
na cobertura de um prédio adicionou à estrutura a carga
de uma piscina de uns tantos litros que sobrecarregou
a estrutura do prédio e colocou ele abaixo, matando pessoas[1].

Se existem engenheiros "legalizados" que fazem este tipo
de burrada? Sim, claro que existem, vide o Sr. Sergio Naya[2].
Contudo, se não existisse a exigência de ARTs e fiscalizações
nas obras, casos como este seriam muuuuito mais frequentes,
pode ter certeza, pois a complexidade do cálculo de certas estruturas
não são nada favoráveis ao autodidatismo.

Agora, quanto à regulamentação da profissão de analista e técnico
em informática, qual seria a justificativa? Eu realmente não consigo
ver razões para que se regulamente este setor, a não ser
que seja algo que garanta a disseminação do copyleft,
como já comentado nesta thread.


[1] 
http://celepar7cta.pr.gov.br/SEEG/sumulas.nsf/fcc19094358873db03256efc00601833/d40e0bfa2233086a03256e98006fd5f3?OpenDocument

[2] http://jornal.valeparaibano.com.br/2000/04/15/geral/naya.html



-- 
Fabianne Balvedi
GNU User #286985
http://fabs.estudiolivre.org
"Temos o direito a ser iguais
quando a diferença nos inferioriza,
temos o direito a ser diferentes
quando a igualdade nos descaracteriza."
Boaventura de Sousa Santos
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a