Title: email

Mito-Lógica


Caro Marcus,
Saudações.

Se o governo do Ceará pretende mesmo iniciar a migração para o Software Livre, porque não contrata uma pessoa realmente capaz de coordenar e enfrentar os desafios técnicos e culturais deste processo?

Nesta lista há diversas pessoas que realizaram esta migração que voce está iniciando com muito sucesso, numa época em que o Gnu/Linux era realmente muito difícil de lidar. Certamente podemos dar-lhe alguma luz.

Hoje o linux está tão amigável que, como voce disse, "qualquer anta, com um pouco de treino, consegue instalar e usar".

O maior problema que podemos ter em qualquer área são profissionais que não conhecem o que precisam fazer batendo cabeça de forma irresponsável e amadorística. Mas é a melhor forma de mostrar que o projeto é muito difícil e não vai dar certo. Tudo é difícil quando não se sabe.

Seria importante ver quais os reais interesses nesta "migração". Não seria "varrer o linux do mapa"?

Isto me lembra o caso da polícia de Pernambuco que montou todo o sistema usando Linux sobre computadores velhos e quebrados, culpando o sistema livre pelo fracasso, resultando numa compra milionária de máquinas novas com sistema proprietário, dando glórias à "superioridade" do sistema da M$ (aliás, a tradução correta não seria pequeno e mole?)

Abração!
Cordialmente,
Ricardo Filipo
Mito-Lógica design e soluções de comunicação
[EMAIL PROTECTED]
(11)3722-3110

Marcus de Vasconcelos Diogo da Silva wrote:
Respostas abaixo,
Felipe Augusto van de Wiel (faw) escreveu:
-----BEGIN PGP SIGNED MESSAGE-----
Hash: SHA1

On 14-03-2008 11:00, Marcus de Vasconcelos Diogo da Silva wrote:
  
No dia 7/03 o Governo do Estado do Ceará finalmente criou o Comitê de
Software Livre.
http://www.sead.ce.gov.br/content/aplicacao/sead/noticias/gerados/noticia.asp?nCodigoNoticia=16668

Mas pelo que eu notei eles ainda não estão preparados para o Linux
apenas o BrOffice.org.
http://licita.sead.ce.gov.br/pub/83928/EDITAL2007-0015.rtf
http://www.etice.ce.gov.br/

Como ? Quando? será que o Linux ficará confiável? Na verdade ele até
pode ser só que eu ainda não me deparei com um para desktop. Aquele
Linux que não quebre tão fácil. Eu já quebrei mais de 10 e o número só
aumenta :)
Estão aceito links mas seria legal se fosse de Linux difícil de quebrar. :/
    

Marcus,

	O que você quer dizer com termos e expressões como "confiável"
e "quebrar"? Não ficou claro se você estava se referindo à parte de
segurança ou à parte de estabilidade.
  
Confiança = até uma anta poderia instalar sem problemas de placa de vídeo e configuração de rede. Compatibilidade com sistemas legados sem necessidade de contratar consultoria externa.
Quebrar = Problemas já relacionados com placa de vídeo, placas de modem. Até porque ainda usam como remendo drivers proprietários.
Na parte de segurança o Linux dá 10 no Ruindos. Mas na parte facilidade ainda está um pouco complicado. (meu humilde ponto de vista .)
Mas a luta continua, estou instalando novos linux em casa para ver o que dá.
Valeu,

Marcus
Abraço,
- --
Felipe Augusto van de Wiel (faw)
"Debian. Freedom to code. Code to freedom!"

  
  

Marcus de Vasconcelos Diogo da Silva
Instrutor Informática       [EMAIL PROTECTED]
Consultor Software Livre    Fone: +55 85 32153026
SENAI CETAFR - ceará        Celular:+55 85 88777045
Prof. Multiplicador Senior Intel Educar SL SP
http://www.broffice.org/blog/7040
[EMAIL PROTECTED]

"No caudaloso rio de nossas vidas nos dando as mãos navegaremos mais seguros, pois a força da amizade é o maior dos escudos contra as adversidades." (OHeremita)

_______________________________________________ PSL-Brasil mailing list PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a