2008/3/18 Marcus de Vasconcelos Diogo da Silva <[EMAIL PROTECTED]>:
> É verdade, problemão, o pior de uma migração mal feita é perder de graça a
> credibilidade. Tem muito tecnico que se diz ban ban e diz que resolve tudo
> mas na ponta temos muuuita insatisfação pois foram criados mais problemas do
> que soluções.

Eu acho que o principal problema é o começo. Não os primeiros momentos da
implementação, mas por onde você começa.

Tem muito projeto que o ideal não é começar como fazem, primeiro instalando os
softwares livres no windows e depois que o usuário se acostumar, colocar tudo
numa plataforma totalmente livre.

As vezes você tem que fazer o contrário. Colocar o cara num Gnu/linux e instalar
os programas que ele conhecia para funcionar via wine, enquanto os programas
que não são de desktop (sistemas de faturamento, contabilidade, folha
de pagamento)
instalados num servidor de aplicação windows com remote desktop.

Você instala o firefox do windows via wine, instala o internet
explorer via wine, e o
que mais for programa de desktop (ms office, etc), por que tudo
funciona beleza e
o usuario vai perceber melhorias no desempenho e na segurança, fora
que existe todo o
poder de um sistema Unix rodando embaixo do capô.

Depois que ele ganhou confiança na plataforma, ele está pronto para
começar a usar
os programas livres, esses sim vão exigir uma grande tranformação na forma de
pensar do usuário, mas como ele teve uma boa experiência, ele assume o desafio.

Então ele vai se encomodar toda vez que tiver que recorrer aos
sistemas não livres
por causa de algum site mal feito ou de algum documento entupido de macros
obscuras.

Isso não é uma teoria.

Se você colocar os programas livres no windows ele não vai perceber
melhoria nenhuma
em nada (exceto no caso do firefox), por que por baixo vai estar
rodando o mesmo sistema
bugado de sempre, enxendo o saco, e ainda por cima sem poder rodar os programas
que ele estava acostumado. É por isso que tem gente que até chora.

-- 
Opções desconhecidas do gcc:
 gcc --bend-finger=padre_quevedo
O que faz:
 dobra o dedo do Padre Quevedo durante a execução do código compilado.

Não uso termos em latim, mas poderia:
http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Latin_phrases_(full)

A ignorância é um mecanismo que capacita um tomate a saber de tudo.


 "Que os fontes estejam com você..."

Glauber Machado Rodrigues
PSL-MA

jabber: [EMAIL PROTECTED]
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a