-----BEGIN PGP SIGNED MESSAGE-----
Hash: SHA1

On 31-03-2008 01:40, [EMAIL PROTECTED] wrote:
> On Sat, 29 Mar 2008 18:30:32 -0300, "Felipe Augusto van de Wiel (faw)"
> <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
>> On 29-03-2008 07:02, [EMAIL PROTECTED] wrote:
>>> Nao vejo problema algum.
>>      No quê, _exatamente_?
> 
> Não vejo problema no pessoal da MS querer instalar o software deles nas
> máquinas de seus usuários. Não estou entrando no mérito se é correto
> ou não a MS utilizar o termo InstallFest. 

        A FSF considera o ato de instalar Software não livre um
ato anti-ético. Considerando isso, problemas podem ser algo que
depende do ponto de vista e de um contexto, alguns vêem como um
problema uma Universidade abrir espaço para um evento desta
natureza.


[...]
>>      A MS existe porque é uma empresa e faz dinheiro com isso,
>> seja na bolsa, seja com práticas ilegais, seja com suor e muito
>> trabalho, justificar a demanda da existência é argumentar no
>> nível errado do problema.
> 
> Apenas aproveitando o gancho: a demanda existe pois o mercado aceita o
> produto. Se ela opta por praticas ilegais ou qualquer outra maneira de se
> capitalizar não vem ao caso neste post.
> Existem empresas de SL que ganham R$ também. Acaso é crime?

        Alhos e bugalhos, laranjas e maçãs.

        Por causa do top-post sua afirmação fica sem contexto,
então quando eu li era simplesmente um frase dizendo que a
Microsoft existia por causa de $foo no meio de uma argumentação
maior, a discussão envolve exatamente os aspectos do abuso de um
nome consagrado no meio do SL por uma empresa reconhecidamente
hostil ao movimento de SL, neste sentido, argumentar que a
Microsoft existe por qualquer razão que seja, é argumentar no
nível errado do problema.


>>> Cada um deve ser livre para utilizar o que bem desejar.
> 
> Novamente, referindo ao software. E sim, qualquer pessoa utiliza em sua
> maquina particular o software que desejar.

        Não é 100% do tempo verdade e não se aplica a todos os
casos, a menos que você inclua aí as pessoas ilegais, há pessoas
que não podem usar determinados tipos de software e quebram a lei
ao fazerem, pode ser que não seja o mundo que imaginamos ou pode
ser que a lei esteja errada, não vem ao caso, ainda assim elimina
o argumento de que qualquer pessoa utiliza em sua máquina
particular o software que desejar, há restrições mesmo para
máquinas particulares.


>>      Isso não é um argumento consistente. 
>
> Bom, se a liberdade de escolha agora é algo inconsistente, sem ofensas
> Faw, mas você deve comprar uma ilha em algum lugar remoto, mudar-se para
> lá e fundar o seu país com as suas leis. 
> Até onde me lembro, o Brasil é democrático.

        Democracia é o poder que emana do povo e uma forma de
representação política direta através de decisões por voto (e
outros aspectos ligados à política) ainda assim, isso não tem
relação *nenhuma* com ser livre para fazer o que bem entender,
você pode até fazê-lo, não significa que seus atos sejam legais
ou morais.

        É comum em argumentações e debates sobre liberdade
alegar que um país ou projeto é democrático, ainda assim você
não é livre para fazer diversas coisas, seja no campo civil ou
tecnológico, simplesmente pelo fato de que um item não sustenta
o outro, eles são ortogonais.


>> As pessoas não são livres para andar peladas pela rua porque elas seriam
>> presas,
>> em muitas de nossas sociedades atuais as pessoas não são livres
>> para utilizar (ou não) que elas bem desejarem. Software é um
>> sub conjunto disso e há impactos éticos, legais e morais, além
>> dos impactos técnicos.
> 
> Não percebi o momento onde a discussão descambou para as liberdades
> civis... 

        A afirmação "cada um deve ser livre para utilizar o que
bem desejar" é diferente de "cada um deve ser livre para utilizar
o software que bem desejar", ainda assim, nos dois casos, as
afirmações não condizem com a realidade, não é uma questão pura
e simples de desejo, há certas leis e regulamentos que precisam
ser atendidos para que certas pessoas possam usar certos
softwares, tanto nacional quanto internacionalmente.

        Ainda que você esteja falando só de Software, dizer que
cada um deve ser livre para utilizar o que bem desejar não reflete
o que está previsto nas leis do nosso país, então, infelizmente,
não é apenas uma questão de desejo exatamente porque liberdade de
escolha é diferente de liberdade de uso, se sua frase se referia
a uma meta, ou seja, à forma como deveria ser mas não é, a
história é outra.

        Então meu argumento parece ter sido distorcido, vamos
tentar deixar claro: sou a favor tanto da liberdade de escolha
quanto da liberdade de uso, mas ainda assim há um cenário real
de uso e um conjunto de leis a serem seguidos, além destes, há
padrões éticos e morais nos quais eu acredito que também não
permitem que "alguém faça o que bem entende ou deseja",
exatamente porque vivemos em sociedade e não em ilhas desertas.

        Enfim, nós dois concordamos que as discussões devem ser
no sentido de encontrar mecanismos para evitar a confusão que
eles possam proporcionar utilizar o termo "Install Fest" como
parte uma possível estratégia mais ampla de FUD. O resto do
e-mail não agrega valor direto à discussão e, debater por
debater, não é forma mais eficiente de investir o tempo. :-)

        Em tempo, a sua resposta acima é uma forma de falácia
do espantalho, não endereça o contra-argumento. 8^)

Abraço,
- --
Felipe Augusto van de Wiel (faw)
"Debian. Freedom to code. Code to freedom!"
-----BEGIN PGP SIGNATURE-----
Version: GnuPG v1.4.6 (GNU/Linux)
Comment: Using GnuPG with Mozilla - http://enigmail.mozdev.org

iD8DBQFH8EzcCjAO0JDlykYRAopBAJ9f1MWPW4v+16h9G4lYXoNxcmQnsQCghkxS
Xu0R3qIwZ03gfU2UHKSzqgA=
=E1yH
-----END PGP SIGNATURE-----
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a