Só para acabar com esta thread, que já se alongou demais:

Os incomodados com o termo INSTALLFEST foram afinal no evento para ver o
que rolou? Tentaram divulgar o FLISOL por lá?
Se sim, posta em outra Thread o resultado, pois meu email inicial foi uma
incitatória para o fato, e não para abrir uma discussão inútil sobre os
direitos e deveres do cidadão, nem sobre a legalidade, moral e licenças
de software.

As discussões seriam muito mais produtivas com menos verborragia e mais
ação quando é o caso.

[],s
Patrícia



On Sun, 30 Mar 2008 23:30:52 -0300, "Felipe Augusto van de Wiel (faw)"
<[EMAIL PROTECTED]> wrote:
> -----BEGIN PGP SIGNED MESSAGE-----
> Hash: SHA1
> 
> On 31-03-2008 01:40, [EMAIL PROTECTED] wrote:
>> On Sat, 29 Mar 2008 18:30:32 -0300, "Felipe Augusto van de Wiel (faw)"
>> <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
>>> On 29-03-2008 07:02, [EMAIL PROTECTED] wrote:
>>>> Nao vejo problema algum.
>>>     No quê, _exatamente_?
>>
>> Não vejo problema no pessoal da MS querer instalar o software deles nas
>> máquinas de seus usuários. Não estou entrando no mérito se é
> correto
>> ou não a MS utilizar o termo InstallFest.
> 
>       A FSF considera o ato de instalar Software não livre um
> ato anti-ético.       Considerando isso, problemas podem ser algo que
> depende do ponto de vista e de um contexto, alguns vêem como um
> problema uma Universidade abrir espaço para um evento desta
> natureza.
> 
> 
> [...]
>>>     A MS existe porque é uma empresa e faz dinheiro com isso,
>>> seja na bolsa, seja com práticas ilegais, seja com suor e muito
>>> trabalho, justificar a demanda da existência é argumentar no
>>> nível errado do problema.
>>
>> Apenas aproveitando o gancho: a demanda existe pois o mercado aceita o
>> produto. Se ela opta por praticas ilegais ou qualquer outra maneira de
> se
>> capitalizar não vem ao caso neste post.
>> Existem empresas de SL que ganham R$ também. Acaso é crime?
> 
>       Alhos e bugalhos, laranjas e maçãs.
> 
>       Por causa do top-post sua afirmação fica sem contexto,
> então quando eu li era simplesmente um frase dizendo que a
> Microsoft existia por causa de $foo no meio de uma argumentação
> maior, a discussão envolve exatamente os aspectos do abuso de um
> nome consagrado no meio do SL por uma empresa reconhecidamente
> hostil ao movimento de SL, neste sentido, argumentar que a
> Microsoft existe por qualquer razão que seja, é argumentar no
> nível errado do problema.
> 

Você começou a argumentação sobre MS, não eu.

> 
>>>> Cada um deve ser livre para utilizar o que bem desejar.
>>
>> Novamente, referindo ao software. E sim, qualquer pessoa utiliza em sua
>> maquina particular o software que desejar.
> 
>       Não é 100% do tempo verdade e não se aplica a todos os
> casos, a menos que você inclua aí as pessoas ilegais, há pessoas
> que não podem usar determinados tipos de software e quebram a lei
> ao fazerem, pode ser que não seja o mundo que imaginamos ou pode
> ser que a lei esteja errada, não vem ao caso, ainda assim elimina
> o argumento de que qualquer pessoa utiliza em sua máquina
> particular o software que desejar, há restrições mesmo para
> máquinas particulares.
> 
> 
>>>     Isso não é um argumento consistente.
>>
>> Bom, se a liberdade de escolha agora é algo inconsistente, sem ofensas
>> Faw, mas você deve comprar uma ilha em algum lugar remoto, mudar-se
> para
>> lá e fundar o seu país com as suas leis.
>> Até onde me lembro, o Brasil é democrático.
> 
>       Democracia é o poder que emana do povo e uma forma de
> representação política direta através de decisões por voto (e
> outros aspectos ligados à política) ainda assim, isso não tem
> relação *nenhuma* com ser livre para fazer o que bem entender,
> você pode até fazê-lo, não significa que seus atos sejam legais
> ou morais.

Ninguém está discutindo a legalidade ou não.

> 
>       É comum em argumentações e debates sobre liberdade
> alegar que um país ou projeto é democrático, ainda assim você
> não é livre para fazer diversas coisas, seja no campo civil ou
> tecnológico, simplesmente pelo fato de que um item não sustenta
> o outro, eles são ortogonais.
> 
> 
>>> As pessoas não são livres para andar peladas pela rua porque elas
> seriam
>>> presas,
>>> em muitas de nossas sociedades atuais as pessoas não são livres
>>> para utilizar (ou não) que elas bem desejarem. Software é um
>>> sub conjunto disso e há impactos éticos, legais e morais, além
>>> dos impactos técnicos.
>>
>> Não percebi o momento onde a discussão descambou para as liberdades
>> civis...
> 
>       A afirmação "cada um deve ser livre para utilizar o que
> bem desejar" é diferente de "cada um deve ser livre para utilizar
> o software que bem desejar", ainda assim, nos dois casos, as
> afirmações não condizem com a realidade, não é uma questão pura
> e simples de desejo, há certas leis e regulamentos que precisam
> ser atendidos para que certas pessoas possam usar certos
> softwares, tanto nacional quanto internacionalmente.
> 


Se estamos falando de SO, é óbvio que estamos falando de liberdade de
escolher seu SO. Não em licenças de uso.


>       Ainda que você esteja falando só de Software, dizer que
> cada um deve ser livre para utilizar o que bem desejar não reflete
> o que está previsto nas leis do nosso país, então, infelizmente,
> não é apenas uma questão de desejo exatamente porque liberdade de
> escolha é diferente de liberdade de uso, se sua frase se referia
> a uma meta, ou seja, à forma como deveria ser mas não é, a
> história é outra.
> 
>       Então meu argumento parece ter sido distorcido, vamos
> tentar deixar claro: sou a favor tanto da liberdade de escolha
> quanto da liberdade de uso, mas ainda assim há um cenário real
> de uso e um conjunto de leis a serem seguidos, além destes, há
> padrões éticos e morais nos quais eu acredito que também não
> permitem que "alguém faça o que bem entende ou deseja",
> exatamente porque vivemos em sociedade e não em ilhas desertas.

O meu ídem, se formos começar a discutir pontos de vista.

> 
>       Enfim, nós dois concordamos que as discussões devem ser
> no sentido de encontrar mecanismos para evitar a confusão que
> eles possam proporcionar utilizar o termo "Install Fest" como
> parte uma possível estratégia mais ampla de FUD. O resto do
> e-mail não agrega valor direto à discussão e, debater por
> debater, não é forma mais eficiente de investir o tempo. :-)
> 

Sim, concordamos que o termo InstallFest é tipicamente utilizado pela
comunidade de SL.

>       Em tempo, a sua resposta acima é uma forma de falácia
> do espantalho, não endereça o contra-argumento. 8^)



> 
> Abraço,
> - --
> Felipe Augusto van de Wiel (faw)
> "Debian. Freedom to code. Code to freedom!"
> -----BEGIN PGP SIGNATURE-----
> Version: GnuPG v1.4.6 (GNU/Linux)
> Comment: Using GnuPG with Mozilla - http://enigmail.mozdev.org
> 
> iD8DBQFH8EzcCjAO0JDlykYRAopBAJ9f1MWPW4v+16h9G4lYXoNxcmQnsQCghkxS
> Xu0R3qIwZ03gfU2UHKSzqgA=
> =E1yH
> -----END PGP SIGNATURE-----

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a