2008/5/9 Olival Gomes Barboza Júnior <[EMAIL PROTECTED]>:

>
> On 09/05/2008, at 10:53, Glauber Machado Rodrigues (Ananda) wrote:
>
>  Mas Olival, eu ainda não percebi qual é a sua opinião. Essa estória do HdF
>> enfrentar um terrorista open source pode ou não acabar com a nossa festa?
>>
>
> NEM DE LONGE.(...)


Perfeito. Assino em baixo, e só tenho uma coisa a acrescentar:

Talvez a estória possa ajudar na reflexão sobre o perigo das tecnologias
abertas/fechadas. A conclusão ideal que eu gostaria que chegassem é de que
existe um limite moral que nos impede de fazer o mal, e apenas esse limite
impede que o mal seja feito. Não fazemos o mal porque podemos, mas porque
temos um motivo.

Tudo pode ser usado como arma, seja tecnologia aberta ou fechada. Não existe
isso de deixar uma tecnologia nas mãos de alguns protetores, como se fosse a
solução para o problema da violência. O mundo é complexo, e o que você menos
imagina pode se tornar uma arma contra você, então não dê motivos para te
odiarem.

Acho que esse pensamento pode rivalizar a idéia de que "existem certos tipos
de conhecimentos que devem estar nas mãos do governo/empresas/deuses, e
somente."

Essa concentração de forças num grupo só de benfeitores pode sair pela
culatra quando, ao longo do tempo, pessoas com os mais diversos interesses
são atraidos pela idéia de fazer parte do grupo de benfeitores para ter
acesso ao poder. Então o poder é usado para obter mais poder, na medida que
o grupo de benfeitores é infiltrado por interesseiros, as opiniões do grupo
passam a ter outras intenções, então logo este grupo se torna opressor. E
quando alguém toma o poder pode facilmente dominar a todos, pois o poder
todo estava concentrado em um lugar.

Em outras palavras, ninguém pode ter tanto poder de forma que não haja mais
ninguém que o rivalize. As pessoas boas e poderosas revelam a fonte do seu
poder e a compartilham com os outros para que se tornem poderosos também.
Alguém que se diz benevolente e poderoso e atua sob o pretexto de estar
fazendo o bem, mas não compartilha seu sucesso e apenas concentra mais
poder, é alguém a se temer.

Acho a abordagem do assunto do risco das tecnologias e o controle de acesso
a elas pode levar à reflexão, e à conclusão de que a solução também não é
confiar cegamente nos paladinos do governo/empresas/deuses.

-- 
Opções desconhecidas do gcc:
gcc --bend-finger=padre_quevedo
O que faz:
dobra o dedo do Padre Quevedo durante a execução do código compilado.

Não uso termos em latim, mas poderia:
http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Latin_phrases_(full)

A ignorância é um mecanismo que capacita um tomate a saber de tudo.


"Que os fontes estejam com você..."

Glauber Machado Rodrigues
PSL-MA

jabber: [EMAIL PROTECTED]
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a