-----BEGIN PGP SIGNED MESSAGE-----
Hash: SHA1

On 06-06-2008 22:33, Alexandre Oliva wrote:
> On Jun  3, 2008, "Felipe Augusto van de Wiel (faw)" <[EMAIL PROTECTED]> wrote:
> 
>> As interpretações agressivas e a "Síndrome do Chifre na Cabeça do
>> Cavalo" são o que geram as discussões e os conflitos, como eu disse
>> em outra mensagem ao Pablo, o tom é importante.
> 
> É importante mesmo.  Estou voltando nessa thread, agora que as coisas
> deram uma esfriadinha, pra chamar a atenção para *quão* importante é
> isso que você falou.

        Ahhh, você poderia ter enviado essa mensagem em PVT e ao
fazê-la em público eu só posso pensar que ela seja mais um dos
exemplos óbvios da falta de "tato" que você tem quando se trata
de comunicação.


[...]
> Você responde a outros pontos com um monte de divagações, suposições,
> insinuações, ataques pessoais e teorias de perseguição ao Debian, mas
> não responde ao que está acima, que teria resolvido o debate já em seu
> início.

        Quando você está na discussão é preciso saber ao que
responder, com precisão, já que há uma forte tendência à
distorção de fatos, como esta "thread", ela poderia ter
acabado, mas há quem goste de "discutir por discutir".


> Depois a gente descobriu que foi, sim, o que ele perguntou; 

        Não exatamente, quer dizer, talvez sim, talvez não.


> que não era seu nick e sim suas iniciais; 

        Isso continua errado, mas eu sei que é difícil pra você
entender isso.


[...]
> e que, se suas intenções eram encerrar o debate, 

        Não, não eram, e você não está em posição de inferir isso.


[...]
> Quanto ao tom, eu imagino que fosse mesmo mais conveniente quando eu
> perdia a paciência e acabava falando besteira.  

        Você sempre acaba falando besteira, cedo ou tarde, e eu
mostrei isso mais de uma vez.


> Não conte mais com isso.  

        Você ainda não me decepcionou, continue assim campeão!


> Sugiro que, ao invés de fazer especulações e colocar em dúvida
> o tom que eu disse já no início do debate que pretendia utilizar, e
> que você confirmou que eu tinha conseguido manter ao longo do debate
> (pelo menos até o momento em que confirmou), preste mais atenção ao
> seu próprio tom.

        Em especial com você, eu presto muito mais atenção no
meu tom.


> As interpretações agressivas sobre que você falou na mensagem à qual
> estou respondendo são lamentáveis, mas fica claro que acontecem dos
> dois lados.  

        Pra mim fica meio turvo.


> Como comunicação tem duas pontas e já andamos nos
> estranhando recentemente, fica bem difícil distinguir quanto da
> interpretação agressiva vem do que de fato o autor escreveu e quanto
> vem da interpretação do leitor.  Certamente nós dois estamos
> hipersensibilizados a qualquer coisa que pareça agressão que venha do
> outro.  

        Ahhh não, eu não estou hipersensibilizado, eu sei que
você gosta de "bater", seu estilo é disruptivo, e você adora
dizer isso aos quatro cantos.


> Agora, convenhamos, chamar o que o outro acha importante de
> "Síndrome do Chifre na Cabeça do Cavalo" também não é de bom tom, é
> até desrespeitoso.

        A verdade algumas vezes dói, eu sei, não era pra ser
desrespeitoso, eu poderia ter dito que era o "Complexo do
Cabelo no Ovo", talvez isso também soe desrespeitoso, bom eu
achei esse seu e-mail desrespeitoso, mas não acho que você
saiba a hora de parar, afinal de contas você sempre se esconde
na desculpa da "legítima defesa" ou do "direito de resposta".


> Em várias passagens do debate, foi bastante desagradável ler as coisas
> do jeito que você escrevia e engolir as provocações pra não escalar a
> briga.  Se eu nao tivesse um compromisso de cumprir uma missão pelo
> bem comum, provavelmente teria deixado você falando sozinho.

        Teria sido uma decisão inteligente, demonstrando maturidade
e notório saber.


> Um exercício difícil, mas valioso, é ler um debate novamente,
> colocando-se na posição de seu interlocutor, tentando imaginar como
> você reagiria lendo o que você mesmo escreveu, estando na pele do
> interlocutor, tentando excluir o benefício de saber o que você
> pretendia dizer.  Se tiver memória ruim como a minha, fica mais fácil
> ainda fazer isso, pois você realmente não terá o benefício de saber :-)

        Memória ruim == Memória seletiva ?


> Pense nessas coisas, como eu pensei, e tente dar uma melhorada, como
> eu tenho tentado.  Parece que não só tenho conseguido me convencer de
> que tenho melhorado, mas também tenho obtido resultados melhores nos
> debates em que me envolvo.  De fato, não são poucos, o que torna ainda
> mais importante o aprendizado.

        Notoriamente eu não tenho tido problemas ou reclamações
com outras pessoas, talvez não seja a minha forma de discutir,
mas com que eu discuto, o que estranhamente sempre acontece com
você, e óbvio, não por acaso.

Abraço,
- --
Felipe Augusto van de Wiel (faw)
"Debian. Freedom to code. Code to freedom!"
-----BEGIN PGP SIGNATURE-----
Version: GnuPG v1.4.6 (GNU/Linux)
Comment: Using GnuPG with Mozilla - http://enigmail.mozdev.org

iD8DBQFIVBsLCjAO0JDlykYRAnoyAJwIllY4dmQyK8+uEw0V9GTZDRqA3ACfR5LJ
WDDIaZt3Nt4lC3p7UNmpars=
=T+pl
-----END PGP SIGNATURE-----
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a