Ele assume sem pudor: “Sou hacker. Sou um ministro hacker. Sou um cantor
hacker.”


Fonte: http://www.softwarelivre.org/news/11554

Aos 65 anos, o ministro da Cultura, cantor e compositor Gilberto Gil
resolveu fazer de sua música um “manifesto político” pela democracia
digital. Na faixa-título de seu novo CD, Banda Larga Cordel, a ser
lançado amanhã, ele brada: “Banda larga mais democratizada ou então não
adianta nada. Os problemas não terão solução”. 


“Sempre fui politizado, mas meu novo disco está muito influenciado pela
função ministerial”, disse ao Link. Criador do neologismo
“bandalargar” (espalhar a banda larga), Gil se tornou uma espécie de
garoto-propaganda e ativista do governo para assuntos tecnológicos. Em
2005, fez dueto com o famoso ativista de software livre Richard Stallman
em evento da ONU. Gil ficou ao violão enquanto Stallman desafinava:
“Junte-se a nós e compartilhe o software. Você será livre. Você será
hacker”.

Na Campus Party deste ano, o ministro acompanhou o instrumento digital
ReacTable com falsetes de “u-hu” e roubou a cena do robô que abriria a
megafesta nerd ao falar as palavras “conteúdo livre”. Já em 2004, foi
ovacionado no Fórum de Software Livre, em Porto Alegre, ao cantar a
canção “Oslodum”, que disponibilizou sob a licença Creative Commons.

veja mais ...http://www.softwarelivre.org/news/11554

Fonte original: Link Estadão:
http://www.link.estadao.com.br/index.cfm?id_conteudo=13952


[]s
-- 
Marcelo D'Elia Branco
Http://marcelo.softwarelivre.org
"Liberas que terás também"

Campus Party Brasil
http://www.campusparty.com.br
*A Internet não é uma rede de computadores, é uma rede de pessoas*
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a