Nosssa!!!! Pablo, é o hábito de mandar coisas pro PSL e estar pensando nele.
Meus destinatório eram, originariamente:
Pedro Rezende, Fernanda Weiden e Alexandre Oliva a quem havia mandado e-mail
anterior e este era uma complementação
Este pedaço quis mandar pro antenor.
Acontece que qdo estava mandando isto aqui, veio tel e chegou gente aqui, me
atrapalhei.
Como agora, é o tempo telefonemas
num em noutro tel e ao mesmo tempo nos dois, é o gtalk, etc
Meu erro, talvez, tenha querido fazer tudo ao mesmo tempo
Mas, não queria deixar de mandar logo este textinho pros efeitos desejados.

*Bom, realmente, este não era pra as coisas do SL, se bem que o Fator
Eduardo Azeredo.......*

Desculpem-me galera, pelo erro. ficarei mais atenta. E se tivesse querido
mandar isto pra lista, no mínimo teria colocado um OT e dado alguma
explicação no texto de encaminhamento.
Obrigada Pablo por me ter alertado e me chamado a atenção.

Abs,
ADa

2008/7/11 Pablo Sánchez <[EMAIL PROTECTED]>:

> Ada...
>
> Eu não consegui ver o que isso tem a ver com Software Livre? Desculpe,
> estou um pouco apolítico no momento (entrega de 2 sistemas) e não sei
> do que se trata o assunto.
>
> Um abc
>
> 2008/7/11 Ada Lemos <[EMAIL PROTECTED]>:
> > Bom saber:
> >
> > Do Painel da Folha dia 10 - Renata Lo Prete
> >
> > Por conta própria
> >  O PT não sairá em defesa de Luiz Eduardo Greenhalgh com a veemência
> > dedicada a outros filiados envolvidos em encrencas. Ninguém no partido se
> > arrisca a afirmar qual é a extensão das relações de "LEG" com Daniel
> Dantas.
> > "Vamos esperar", diz um cardeal petista. Segundo amigos, a aproximação do
> > ex-deputado com o banqueiro teria se dado há "mais ou menos seis meses".
> > Eles não esclarecem se Greenhalgh tinha procuração formal para atuar como
> > advogado de Dantas ou se apenas fazia "prospecções". Causa estranheza que
> > Greenhalgh tenha sido escalado para auscultar os ânimos do Planalto em
> > relação ao banqueiro, mas não para assinar os pedidos de habeas corpus
> > preventivos impetrados em várias instâncias.
> >
> > Como assim? Greenhalgh telefonou ao correligionário Tarso Genro para
> > reclamar da inclusão de seu nome no rol de prisões pedidas pela PF.
> >
> > Bancada DD. O senador Heráclito Fortes (DEM-PI), que ontem usou a tribuna
> > para apontar excessos da PF, foi o anfitrião do famoso jantar em que
> Dantas
> > buscou se aproximar de Márcio Thomaz Bastos, em maio de 2006. Os demais
> > comensais eram os petistas Sigmaringa Seixas e José Eduardo Cardozo,
> também
> > próximos do banqueiro.
> >
> > Tropa 1. Na Comissão de Ciência e Tecnologia, dois deputados baianos,
> ambos
> > do PR, destacaram-se na defesa dos interesses de Dantas: José Rocha e
> José
> > Carlos Araújo.
> >
> > Tropa 2. Os dois assumiram a defesa do banqueiro em seu depoimento à CPI
> dos
> > Correios, em setembro de 2005. Ali, bateram boca com a senadora Ideli
> > Salvatti (PT-SC) que chamou Dantas de "o maior corruptor da história".
> >
> > Gênese. Eduardo Azeredo (MG) é o mais tenso entre os senadores do PSDB.
> Se
> > voltar à tona o aporte que Dantas fez às agências de Marcos Valério, a
> > investigação remontará às relações da Telemig com o publicitário do
> > mensalão, iniciadas no governo de Azeredo.
> >
> >
> > Do PAINEL da Folha HJ dia 11 - Renata Lo Prete
> >
> > Vem aí. Um grupo de deputados tucanos, Gustavo Fruet (PSDB-PR) à frente,
> > acertou com o presidente da CPI dos Grampos, Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), a
> > votação, na terça, de requerimentos de convocação de DD e outros
> envolvidos
> > na Operação Satiagraha.
> >
> > Cadê? Júlio Semeghini (PSDB-SP) vai à Polícia Federal e ao Ministério da
> > Justiça requisitar informações sobre as denúncias de pagamento de propina
> de
> > US$ 300 mil, pela Telecom Itália, a integrantes da Comissão de Ciência e
> > Tecnologia da Câmara.
> >
> > Eu? Nem pensar. O deputado José Eduardo Cardozo, secretário-geral do PT,
> > rejeita a inclusão de seu nome na chamada "bancada do Daniel Dantas".
> "Qual
> > é o fato que me liga a esse senhor? Estive num jantar com ele, a pedido
> do
> > então ministro Márcio Thomaz Bastos", diz.
> > Comentário meu: Ponho fé em Cardozo.
> >
> > No mais, direi como Maluf: Quem julga é a justiça. Ele sabe o que diz,
> neste
> > caso, ou seja Pre julgar não se pode e não se deve. Faz bem acompanhar
> >
> > Abs,
> > Ada
> >
> > _______________________________________________
> > PSL-Brasil mailing list
> > PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> > http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> > Regras da lista:
> > http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
> >
>
>
>
> --
> =================================
> Pablo Santiago Sánchez
> Análise e Desenvolvimento de Sistemas Web
> Zend Certified Engineer #ZEND006757
> [EMAIL PROTECTED]
> (61) 9975-0883
> http://www.tiblog.com.br
> "Quidquid latine dictum sit, altum viditur"
> =================================
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a