em especial para nosso amigo Andaluz, Alberto Barrinuevo e o Espanhol do
Reino de Léon (copiado) Roberto Santos que nos acompanham por  aqui.

Sobre a realidade de um Parlemento do Terceiro Mundo...

Em Ter, 2008-07-15 às 13:44 -0300, Marcelo D'Elia Branco escreveu:


> Pra mim são ações complementares e não contraditórias.


Na minha experiência, para que o parlamento brasileiro vote qq coisa
favorável aos interesses populares, não basta termos boas emendas (isso
já temos), um boa conversa com os parlamentares (isso estamos aprendendo
a fazer).

Sempre, pra quem não tem dinheiro para comprar os caras, conta a pressão
que vem de fora pra dentro.
O quanto os caras estão sendo chingados nas ruas, o quanto está saindo
de notícias e comentários nos jornais desfavoráveis ao projeto, quantos
"fatos políticos" e "atos políticos" foram criados para contestar a
cagada que eles cometeram. Muros pixados etc...
Colocar os caras na parede sempre foi o melhor negócio, a melhor
estratégia para criar as melhores condições para negociar as emendas o
qq coisa.

Negociar "a frio" (sem pressão popular) e sem dinheiro, mesmo com os
melhores argumentos e emendas, os caras cagam e andam pra qq um.

O terreno + favorável neste momento para nossa ação é a mobilização. 
Se fracassarmos nisso , já que n temos dinheiro, vamos mais uma vez dar
com os burros n'agua com as melhores emendas do mundo na nossa mão.

[]s

Marcelo


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a