Em 30/07/2008, às 21:00, Daniel Pádua escreveu:

OBS.: o thread não começou com perguntas,
começou com provocações, ao contrário do que
você acabou de dizer, Glauber. po, vamos assumir
as coisas. inté

<humor> Dizer q não vai + argumentar aqui e terminar com um P.S. desses é jogo-de-retórica-online? </humor> ;-)

Aliás, deixa eu colocar logo o OT lá no subject que isso aqui está virando de novo Misc-BR, como disse a Fernanda.

De parte a parte, acho que todos aqui são fãs do artista (e provavelmente da pessoa) Gilberto Gil e divergem apenas quanto ao grau de relevância que a atuação dele junto ao MinC teve para a causa do Software Livre, Cultura Livre, etc.

De minha parte, interpretei o post do Glauber apenas como humor. Algo totalmente inofensivo e sem grandes julgamentos sobre a atuação do ministro/artista/hacker Gil. Tanto que acreditei ter respondido nesta mesma linha, com uma observação que faz jus ao comentário posterior de que se trata de um senhor de 66 (isso, não apenas 60, mas sessenta e SEIS) anos de idade. Ainda que ele entenda vários pontos do que seja Software Livre, não quer dizer que ele o use ostensivamente. E não creio que isso seja propriamente demérito para ele considerando o contexto.

No mais, sugiro novamente a leitura da entrevista que citei na Carta Capital (http://www.cartacapital.com.br/app/materia.jsp? a=2&a2=10&i=1093). Embora o tom do jornalista seja de quase adoração escancarada com o entrevistado, é possível entender algumas coisas que levaram ao processo da saída dele.

Finalmente, não tenho "inside information" para poder dizer o quanto os projetos do MinC são graça e obra do Ministro Gil e o quanto o são de seu Secretário-Executivo (que, me parece, há tempos toca não apenas o dia-a-dia, mas já se preparava para assumir o cargo de Ministro da Cultura). Mas, na pior das hipóteses, ao contrário dos <insira um termo desagradável aqui> que diziam que o Gil estaria se "aproveitando" de alguma forma da sua cadeira de ministro, o que aconteceu é que o Sr. Gilberto Gil emprestou seu enorme prestígio a uma pasta que andava bem esquecida em um governo com dezenas de ministérios e com os suspeitos de sempre (Fazenda, BACEN, etc) dominando a pauta. Não fosse Gilberto Gil o Ministro da Cultura, acho duvidoso que essa thread estivesse sequer ocorrendo. E não tenho certeza se diversos projetos (sejam ou não criação do Ministro Gil) estariam sendo tocados.

Como alguém aqui já disse, espero apenas que ele continue levando adiante em suas obras artísticas a sintonia que vinha demonstrando com novas formas de produção/distribuição. Ou todos aqui já esqueceram que ele foi o primeiro artista relevante da MPB a liberar sua obra com uma licença CC que permitia a criação de trabalhos derivados? Será que estavam todos escutando Marisa Monte na época? Quem entender o porquê desta última referência certamente entende melhor ainda a importância do artista Gilberto Gil.

[ ]s,

olival.junior




_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a