Amigos,

Permitem um pequeno jabá não OT?

Começa amanhã:



CICLO DE DEBATES PONTO LIVRE

Os debates acontecerão na PUC-SP, Rua Ministro Godoi, 969 - Prédio Novo
- Sala 500A - 5° andar, em Perdizes (São Paulo-SP).

1 - Gestão do conhecimento e cercamentos culturais (21/8 - 19:00h às 23:00h)

- Marcelo Manzati (Rede de Culturas Populares)
- Tiago C. Soares (Rede Livre)
- Oona Castro (FGV/RJ Creative Commons - Intervozes)
- Carlos Seabra (Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e
Tecnológicos/IPSO)

As novas tecnologias criam novas formas de interação que, ao mesmo
tempo, homogenizam e reforçam diferenças. Por um lado, há as evidentes
estratégias globais das empresas interessadas em criar um mercado
simbólico único, em que um produto cultural possa ser vendido tanto na
Irlanda quanto na China. Porém, há movimentos, originados também na
indústria, mas não somente nela, de criação de nichos específicos e de
alianças simbólicas que não dependem do território. Jovens negros das
periferias brasileiras, por exemplo, identificam-se e diferenciam-se dos
negros estadunidenses. Que impacto têm as novas tecnologias para a
diversidade cultural? Até que ponto a diversidade é um valor em si? Como
resistir às estratégias culturais da publicidade que fomentam
semelhanças somente para vender produtos?

2 - Novas tecnologias, política e controle (26/8 - 19:00h às 23:00h)

- Marijane Lisboa (PUC-SP)
- Wilken David Sanches (Coletivo Digital)
- Carlos Afonso (Comitê Gestor da Internet/CGI.br)
- Pedro Rezende (UnB)

A sociedade, de uma maneira geral, tem debatido timidamente e
participado muito pouco do processo de adoção de novas tecnologias. Além
da complexidade técnica desse tipo de tema, que afasta o público leigo,
as decisões tomadas pelo poder público acabam por se mostrar pouco
efetivas. Mesmo quando parte significativa do movimento social participa
do debate e faz valer sua vontade, empresas violam a lei e espalham a
tecnologia, criando um fato consumado. As instâncias de aprovação
governamentais, mesmo quando contam com a participação da sociedade
civil, não se mostram imunes a lobbies.

Como fazer com que as tecnologias façam parte do debate político? Como
fazer valer as decisões governamentais frente ao poder das corporações
transnacionais?

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a