2008/10/23 Felipe Augusto van de Wiel (faw) <[EMAIL PROTECTED]>:
>(...)
>        Não é isso que se observa no mundo real. Muitas pessoas
> têm dificuldade em adotar novos nomes, alguns itens levam tempo
> para que consigam efetivamente ser substituídos. Veja a série
> ThinkPad no Brasil que voltou a adotar em parte da sua linha o
> logo "IBM ThinkPad" por causa da perda de mercado pelo não
> reconhecimento da "LeNovo ThinkPad". Então sua afirmação não me
> parece ter embasamento e amostragem suficiente pra ser sustentada.

Esse exemplo só confirma a teoria do nome parecido. Se a nova linha
recebesse um nome totalmente diferente, as pessoas chamariam pelo novo
nome.

Eu não espero que você concorde comigo. Só acho que a quantidade de
pessoas que esquecem do .org ou do br poderiam ser poupadas oferecem
indicios suficientes de que existe algo errado com esse nome.

>
>        Eu tenho dificuldades em comparar nomes de pessoas com
> nomes de softwares, não acho legal que pessoas se chamem MoinMoin
> e não acho que softwares deveriam se chamar "Juca da Silva".

Até entendo, pois os nomes das pessoas não aparecem em spashscreen na
cara delas. O ponto é que são nomes que as pessoas chamam, que tem que
desacostumar de um nome e chamar de outro. Entendo que você tenha
dificuldades em entender isso.

Mas isso é muito simples de resolver. Eu darei exemplos com sistemas
agora, já que você acha mais fácil. E para não ir muito longe, vou
usar o exeplo do próprio software do qual estamos falando e de mais
alguns outros exemplos batidos de projetos que foram renomeados.

O antigo OpenOffice chama-se OpenOffice.org lá fora, e brOffice.org
aqui no Brasil. Acontece muito (muito mesmo) das pessoas o chamarem
por seu nome antigo, ou esquecem o .org ou  não chamarem pelo nome
brasileiro.

O antigo gaim foi renomeado para pigdin. Sem problemas. Imagine se
fosse gaim.org, quantas pessoas errariam o nome?

O antigo JeguePanel foi renomeado para KyaPanel. Se fosse para
JeguePanel.org quantas pessoas chamariam o .org?

No debian alguns chamam o firefox de iceweasel, e outras de firefox.
Mas em geral, quando usam apenas debian, acabam chamando de iceweasel
mesmo, por costume.

O stallman inciste em chamar de gnu/linux, mas muita gente não chama.
Não por não reconhecer o gnu, mas por comodidade mesmo.

Você pode dizer que eu não tenho pesquisas e etc. Mas use a cabeça e
pense a respeito, não precisa chegar a mesma conclusão que eu. Você
pode dizer que cada projeto foi renomeado por um motivo diferente, mas
isso não importa. O que importa é que são nomes que as pessoas chamam.

Por que alguns nomes tem certas "pegadinhas" que as pessoas "caem"
frequentemente? Não seria correto da parte de quem se importa com o
nome seja chamado correto e pode alterar o nome de forma a remover a
"pegadinha" que o faça? Através desses exemplos é possível perceber
(não sei você) que as pessoas tem dificuldade em falar algunas
esquisitices nos nomes dos projetos. Os projetos que tem dois nomes
paralelos correm risco frequente de não serem chamados de acordo com o
lugar, ainda mais quando sabemos que as pessoas sabem do que estamos
falando, e chamar pelo nome trocado não afeta a comunicação.

>        As pessoas deveriam ter feito muitas coisas nessa vida,
> nem sempre adotam-se as melhores opções, muitas vezes a equipe
> estratégica do momento vislumbrava essa como a melhor opção,
> sentar na sua cadeira confortável 10 anos depois e criticar
> eles me parece uma tarefa bem mais fácil do que escolher o nome
> naquela ocasião.

Com certeza. Está bem mais fácil escolher o nome agora que está claro
a confusão criada.

Acho que mudar para OrgOffice, OurOffice, OwlOffice, CommonOffice
resolveria a questão.

Se não for possível, pelo menos fica a lição para os próximos projetos.

>        Eu não falei em culpar. Se a pessoa chama errado
> você corrige-a e procura explicar a forma certa de empregá-lo.

Pelos séculos sem fim, amém.

> Muitas vezes o erro não se repetirá, além disso, um erro não
> justifica outro.

E um erro também não justifica continuá-lo.

> Os nomes estão consolidados assim, criticá-los
> é certamente uma opção, se você acredita e apóia estes projetos
> não custa orientar as pessoas e usar o nome correto, até porque
> muitos dos que estão defendendo estas marcas não foram as
> pessoas que optaram pela criação das mesmas.

E continar fazendo isso a vida toda?

Chega uma hora que você cansa de ficar corrigindo as pessoas e começa
a se perguntar se não existe uma forma melhor de resolver isso.

E aí faw, você acha que não é algo que se deve pensar a respeito?

-- 
Glauber Machado Rodrigues
PSL-MA

jabber: [EMAIL PROTECTED]

música livre é bem melhor:
http://www.jamendo.com
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a