-----BEGIN PGP SIGNED MESSAGE-----
Hash: SHA1

On 23-10-2008 10:18, Glauber Machado Rodrigues (Ananda) wrote:
> 2008/10/23 Felipe Augusto van de Wiel (faw) <[EMAIL PROTECTED]>:
>> (...)
>>        Não é isso que se observa no mundo real. Muitas pessoas
>> têm dificuldade em adotar novos nomes, alguns itens levam tempo
>> para que consigam efetivamente ser substituídos. Veja a série
>> ThinkPad no Brasil que voltou a adotar em parte da sua linha o
>> logo "IBM ThinkPad" por causa da perda de mercado pelo não
>> reconhecimento da "LeNovo ThinkPad". Então sua afirmação não me
>> parece ter embasamento e amostragem suficiente pra ser sustentada.
> 
> Esse exemplo só confirma a teoria do nome parecido. Se a nova linha
> recebesse um nome totalmente diferente, as pessoas chamariam pelo novo
> nome.

        Ahh... não. Este exemplo confirma que mudar totalmente
o nome pode não ser o que uma empresa espera com relação à sua
marca e às vendas atreladas aos produtos.


> Eu não espero que você concorde comigo. Só acho que a quantidade de
> pessoas que esquecem do .org ou do br poderiam ser poupadas oferecem
> indicios suficientes de que existe algo errado com esse nome.

        Eu nunca tive problemas em chamar pelo nome correto.
Apelo à maioria ou à popularidade é um argumento falacioso,
como eu disse, basta corrigir e explicar a forma correta, mas
é mais difícil quando outras pessoas acham que tem que
proteger quem fala errado: "tadinho dele... esse .org é quase
ciência de foguete pras pessoas entenderem, deixa o mininu
chamar de XubsJibs mesmo".


>>        Eu tenho dificuldades em comparar nomes de pessoas com
>> nomes de softwares, não acho legal que pessoas se chamem MoinMoin
>> e não acho que softwares deveriam se chamar "Juca da Silva".
> 
> Até entendo, pois os nomes das pessoas não aparecem em spashscreen na
> cara delas. O ponto é que são nomes que as pessoas chamam, que tem que
> desacostumar de um nome e chamar de outro. Entendo que você tenha
> dificuldades em entender isso.

        Eu não tenho dificuldades em entender nada. Tenho
dificuldades em comparar nomes de pessoas com nomes de
programas, *supostamente*, pessoas não deveriam se chamar
"1 2 3 de Olivera 4", mas isso acontece.


> Mas isso é muito simples de resolver. Eu darei exemplos com sistemas
> agora, já que você acha mais fácil. E para não ir muito longe, vou
> usar o exeplo do próprio software do qual estamos falando e de mais
> alguns outros exemplos batidos de projetos que foram renomeados.
> 
> O antigo OpenOffice chama-se OpenOffice.org lá fora, e brOffice.org
> aqui no Brasil. Acontece muito (muito mesmo) das pessoas o chamarem
> por seu nome antigo, ou esquecem o .org ou  não chamarem pelo nome
> brasileiro.

        O nome da marca no Brasil é BrOffice.org (não brOffice.org).
E o produto em outros lugares chama-se OpenOffice.org mas não em
substituição ao OpenOffice, há uma informação de complemento de
marca por mudança de foco. Você pode chamar pelo nome que quiser,
o OpenOffice.org também é um produto, e essa é uma área cinzenta,
eu não concordo com o Marcus que é _errado_ ser referir ao OO.org,
até porque pode ser que a empresa realmente esteja usando a versão
internacional e não a nacional.


> O antigo gaim foi renomeado para pigdin. Sem problemas. Imagine se
> fosse gaim.org, quantas pessoas errariam o nome?
> 
> O antigo JeguePanel foi renomeado para KyaPanel. Se fosse para
> JeguePanel.org quantas pessoas chamariam o .org?

        Isso é especulativo. Eu conheço várias pessoas que ainda
chamam o KyaPanel de JeguePanel.


> No debian alguns chamam o firefox de iceweasel, e outras de firefox.
> Mas em geral, quando usam apenas debian, acabam chamando de iceweasel
> mesmo, por costume.

        E isso é ortogonal. O Debian _quer_ que o nome seja muito
diferente, talvez a estratégia da Sun fosse diferente. Uma coisa
é discutir a presença ou não do .org, a outra é argumentar sobre
a mudança de um nome por completo, são aspectos diferentes e até
agora, a maior parte disso tem sido especulativo (e bem tendencioso).


> O stallman inciste em chamar de gnu/linux, mas muita gente não chama.
> Não por não reconhecer o gnu, mas por comodidade mesmo.
> 
> Você pode dizer que eu não tenho pesquisas e etc. 

        Parece que não tem.


> Mas use a cabeça e
> pense a respeito, não precisa chegar a mesma conclusão que eu.

        Ahhh... vou buscar a minha cabeça lá no sótão, até agora
eu estava conversando com você só da boca pra fora, provavelmente
é a carga extra de baboseiras que eu leio em certas listas (como
esta).


> Você
> pode dizer que cada projeto foi renomeado por um motivo diferente, mas
> isso não importa. O que importa é que são nomes que as pessoas chamam.

        Fica mais fácil quando você corta os argumentos que não
pode contestar. :)


> Por que alguns nomes tem certas "pegadinhas" que as pessoas "caem"
> frequentemente? Não seria correto da parte de quem se importa com o
> nome seja chamado correto e pode alterar o nome de forma a remover a
> "pegadinha" que o faça? Através desses exemplos é possível perceber
> (não sei você) que as pessoas tem dificuldade em falar algunas
> esquisitices nos nomes dos projetos. Os projetos que tem dois nomes
> paralelos correm risco frequente de não serem chamados de acordo com o
> lugar, ainda mais quando sabemos que as pessoas sabem do que estamos
> falando, e chamar pelo nome trocado não afeta a comunicação.

        Usando a sua analogia de pessoas, eu tenho um amigo cujo
nome é simples, mas as pessoas sempre chamam ele por um outro
nome muito similar, ele sempre procura corrigi-las, ele deveria
mudar o nome dele pra facilitar a vida das outras pessoas? (E note
que eu não estou comparando).

        Se o argumento não vale pra pessoas, você deveria mudar o
nome de uma marca que vale milhões ou de um software que você
acredita para atender aos desejos sexuais de uma amostra imparcial
que _acha_ que o nome está errado? Não me parece fazer sentido.

        A confusão muitas vezes surge porque as pessoas acham que
o .org é do domínio on-line, uma vez explicada a diferença, as
pessoas corrigem isso, como eu disse, você não precisa ter PhD em
astrofísica nuclear pra acertar o nome do BrOffice.org.


[...]
>>        Eu não falei em culpar. Se a pessoa chama errado
>> você corrige-a e procura explicar a forma certa de empregá-lo.
> 
> Pelos séculos sem fim, amém.

        Uns estão dispostos a fazê-lo, outros preferem sentar a
bunda gorda na cadeira e fazer justiça com as próprias mãos,
claro, sem sair de casa, reclamando nas listas de discussão e bem
escondidinhos atrás de seus teclados, são verdadeiros "justiceiros
do teclado".


>> Muitas vezes o erro não se repetirá, além disso, um erro não
>> justifica outro.
> 
> E um erro também não justifica continuá-lo.

        Ceeeeerto...


>> Os nomes estão consolidados assim, criticá-los
>> é certamente uma opção, se você acredita e apóia estes projetos
>> não custa orientar as pessoas e usar o nome correto, até porque
>> muitos dos que estão defendendo estas marcas não foram as
>> pessoas que optaram pela criação das mesmas.
> 
> E continar fazendo isso a vida toda?

        É você quem vai fazê-lo?


> Chega uma hora que você cansa de ficar corrigindo as pessoas e começa
> a se perguntar se não existe uma forma melhor de resolver isso.
> 
> E aí faw, você acha que não é algo que se deve pensar a respeito?

        Não me importo de corrigir quem chama errado e não fico
nervoso quando erram (meu nome ou do BrOffice.org), então acho
que realmente tenho coisas mais importantes pra fazer com meu
tempo do que filosofar sobre o "Sexo dos Anjos Criadores de
Marcas Registradas", diga-se de passagem, eu gosto dos nomes,
eles são diferentes e únicos, e acho que tem seu diferencial e
seu espaço nas comunidades de Software Livre. Com certeza, podem
não ser os melhores nomes do mundo, mas estão _muito_ longe de
ser os piores.

Abraço,
- --
Felipe Augusto van de Wiel (faw)
"Debian. Freedom to code. Code to freedom!"
-----BEGIN PGP SIGNATURE-----
Version: GnuPG v1.4.9 (GNU/Linux)
Comment: Using GnuPG with Mozilla - http://enigmail.mozdev.org

iEYEARECAAYFAkkAfekACgkQCjAO0JDlyka1kwCfVq+q0VW1rqH5lHvUSNAxSITa
QP8An0nFGfwtqJxSHFw3X4P3gUglSx/E
=1P2o
-----END PGP SIGNATURE-----
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a