Software de graça para 1,5 milhão

http://www.b2bmagazine.com.br/web/interna.asp?id_canais=4&id_subcanais=13&id_noticia=23391&pg=

24 de novembro de 2008 às 13h39

Por Thiago Borges, de São Paulo - SP

A Microsoft lançou, nesta segunda-feira (24/11), em parceria com o Centro de
Integração Empresa-Escola (CIEE), a versão brasileira do programa
Dreamspark. A iniciativa vai permitir que 1,5 milhão de estudantes
cadastrados no banco de dados da entidade façam o download de diversos
softwares de desenvolvimento da companhia norte-americana. Os usuários
poderão baixar aplicativos a partir de hoje à noite, quando será o
lançamento oficial do programa.

"A iniciativa vai permitir que eles (estudantes) se capacitem para o mercado
de trabalho ou montem seu próprio negócio, além de fomentar a indústria
tecnológica local", observa Amintas Lopes Neto, gerente acadêmico da
Microsoft Brasil. O pacote inclui as seguintes ferramentas: Visual Studio
Pro, Expression (Studio 2.0, Web, Blend, Media, Design e Tools), Windows
Standard Server 2008, SQL Server, XNA Game Studio e IT Academy Student Pass.

No Brasil, além de estudantes do nível superior, alunos do ensino médio
também poderão fazer o download de graça. Segundo Amintas, o objetivo é
preparar jovens para um mercado que sofre pela falta de mão-de-obra
especializada em tecnologia. O Dreamspark já existe em 120 países desde
agosto último, com cerca de um milhão de usuários beneficiados até o
momento. Fora do País, apenas estudantes de nível superior têm acesso ao
programa.

O atraso de três meses para lançar o programa no Brasil se deu justamente
pela extensão a estudantes que não são do ensino médio. Há alguns meses, foi
iniciado em São José dos Campos um piloto do programa. Cerca de 5 mil
estudantes inscritos na unidade local do CIEE foram convidados a baixar
aplicativos. A adesão foi de 3,5 mil deles. Eduardo Sakemi, superintendente
de TI e educação da entidade, aponta o interesse dos usuários "Essa será a
maior distribuição gratuita de softwares do mundo", garante. A Microsoft
também oferece treinamento aos usuários via internet.

Sakemi projeta 100 mil downloads até o final deste ano. A Microsoft não
divulga quanto deixará de faturar com a liberação. Mas, considerando-se que
um pacote completo sairia por US$ 2,4 mil, a companhia deixará de faturar
US$ 240 milhões no País, se as previsões se confirmarem. O resultado, ele
diz, devem ser oportunidades para o mercado nacional. "Se ouvimos falar
tanto da Índia, por sua mão-de-obra, e da China, por seus produtos, por que
o Brasil não pode ocupar o primeiro lugar em desenvolvimento de software?",
questiona.

Como funciona
Para baixar softwares, o estudante precisa estar cadastrado no banco de
dados do CIEE. Após, deve entrar no site www.dreamspark.com, fazer o login
e, aí sim, fazer o download. Por enquanto, o CIEE é o único validador de
identidade, mas Amintas não descarta parcerias com outras entidades.
-- 
Jiyan Yari
Phone: 55-67-3026-4621
Mobile: 55-67-8421-1634
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a