Não li o artigo, mas pelos trechos enviados ele me parece confundir Software
Livre com GPL

=/



2008/12/16 Marcelo Akira <marcelo.ak...@gmail.com>

> 2008/12/16 Wendell <wendel...@bol.com.br>:
> > O Texto Livre é um grupo de suporte à documentação em Software Livre ao
> mesmo tempo em que pretende ser um método para o ensino de produção textual
> na academia. Os voluntários, alunos de graduação, realizam tarefas de
> tradução e revisão solicitadas pelas comunidades de SL refletindo sobre esse
> processo em sua formação.  O grupo também edita regularmente uma revista
> eletrônica chamada Texto Livre[0].
> >
> > [0] http://www.textolivre.net/revista/index.php/TextoLivre/index
>
> Wendell,
>
> Ótima referência, valeu mesmo. Este artigo da Ana Cristina é muito bom
> e me forneceu vários insights:
>
> http://www.textolivre.net/revista/index.php/TextoLivre/article/view/12/13
>
> Resumo:   A documentação, para o software livre, é absolutamente
> essencial. A partir de uma analogia entre documentação de software e
> documentação para alugar uma casa, o texto analisa semioticamente a
> documentação como elemento de comunicação, discutindo o papel dos
> tipos de documento nos processos de produção e divulgação de software.
>
> Alguns trechos interessantes:
>
> - "O princípio fundamental do software livre, não canso de dizer, é
> compartilhar conhecimento."
>
> -  "A comunicação, portanto, baseia-se num jogo de pressuposições. O
> destinador "informante" pode dizer "RTFM" sem a menor intenção de
> ofender, simplesmente pressupondo que o destinatário "perguntante"
> saiba que a independência gerada pelo costume de procurar respostas
> nos documentos existentes é de alto valor nesse campo – em outras
> palavras: no software livre, o usuário é estimulado a obter
> conhecimento para resolver e buscar soluções sozinho, de modo a
> contribuir com sua própria criatividade, além de "amadurecer" sua
> condição, passando de usuário leigo para experimentado.
>
> -  "O conhecimento é um objeto compartilhável: quando um destinador
> "informante" doa algum
> conhecimento para o destinatário "perguntante", o destinador
> "informante" continua possuindo
> esse conhecimento compartilhado."
>
> - "a filosofia do software livre, mas também na educação, para a qual
> compartilhar conhecimento é sua essência mesma. Aqui o controle muda
> de sentido: deixa de ser privado para ser público; por exemplo, um
> resultado de pesquisa que não for publicado está sujeito a plágio sem
> direito de reclamação, enquanto o plágio de um artigo publicado é
> considerado crime. Assim, a publicação garante o controle sobre os
> resultados."
>
> - "    Finalmente chegamos à liberdade. Continuemos opondo os dois
> sistemas de compartilhar ou restringir (conhecimento). Em todas as
> situações observadas, o máximo controle tinha valor positivo (o valor
> positivo aumenta com o aumento do controle). Numa primeira análise a
> liberdade teria, portanto, valor negativo, pois o controle seria o
> oposto de liberdade. Os fundamentos do software livre e do software
> proprietário indicam, no entanto, uma leitura bem diversa. No caso do
> software proprietário, a liberdade consiste no /poder/ ter acesso a
> qualquer programa bastando para isso comprá-lo, ou seja, liberdade é
> questão de /querer/ e /poder/ (aquisitivo)."
>
> -      No caso do software livre, a liberdade é questão de /dever/ e
> /poder/: eu não só posso compartilhar, copiar, modificar, usar o
> software como quiser como também, e principalmente, devo garantir
> essas liberdades. A liberdade deixa de ser um valor absoluto: são
> várias e específicas liberdades. A própria liberdade passa a ser um
> fator de controle contra a privatização do software, como pode ser
> notado ainda no texto de apresentação da página da FSF LA:
>
> - "     Nossa missão é defender os direitos e as liberdades de
> usuários e desenvolvedores de software, lutar pela tua liberdade de
> executar o software que uses para qualquer propósito que queiras, de
> estudar seu código fonte se quiseres e adaptá-lo, para que faça o que
> queiras, e de copiá-lo, distribuí-lo e publicá-lo quando quiseres, com
> ou sem as melhorias que tenhas feito. Dessa forma, tu, nós e todos
> poderemos usar computadores em liberdade.
>    Quando permites que outros desrespeitem tuas liberdades sobre
> algum software que uses, o dano não se limita a ti. Sem resistência,
> vão estender seu poder sobre ti e todos.
>    É um problema social, curável com tua ajuda, rejeitando o Software
> não-Livre e substituindo-o por Livre. Batalha por tuas liberdades:
> tenta resistir ao controle imposto sobre nós através do software que
> usamos.
>
>    Quanto mais gente resistir,
>      mais gente será Livre, e
> mais gente será livre para ser Livre.
>      Para teu próprio bem e
>     em solidariedade a todos,
>       escolhe a liberdade.
>             Sê Livre!
> "
>
> - Mais uma vez o espalhamento é tomado como uma variável de controle e
> este, por sua vez, tem valor positivo. O software livre, portanto,
> trata a liberdade como trata o conhecimento, num sistema tensivo
> convergente: quanto maior o espalhamento, maior o controle. Já o
> software proprietário trata a liberdade como uma variável controlada
> pelo poder aquisitivo: o controle ainda tem valor positivo, mas num
> sistema inverso; assim, quanto maior o espalhamento, menor o valor da
> liberdade (já que a liberdade é uma questão de poder aquisitivo nesse
> quadro de valores, ela é uma variável quantitativa).
>
> -     A documentação é o conjunto de documentos que torna um código
> aberto acessível aos interessados: são documentos que explicam como
> funciona, como foi feito, como pode ser usado e o que foi feito em
> cada atualização. Documentação, portanto, é a ferramenta de acesso ao
> conhecimento. É, portanto, uma ferramenta de espalhamento. Como vimos
> acima, o máximo espalhamento no software proprietário é negativo,
> enquanto no software livre é positivo (ver ilustrações 1 e 2).
>
> Parabéns pela Ana Cristina pelo excelente artigo: esclarecedor,
> preciso e profundo.
>
> Abraços,
> --
> Marcelo Akira Inuzuka
> http://akira.sistemasabertos.com.br
> (62) 32851100-novo, (62) 84045272
>
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a