2009/2/2 Peter Senna Tschudin <peter.se...@gmail.com>

> Um empresario pensa assim: Se eu pagar R$ 200.000,00 em um CRM meu
> concorrente não vai ter ele(ao menos não legalmente), agora se eu
> investir R$200.000,00 num projeto de um CRM com licença GPL, meu
> concorrente vai poder usar sem gastar nada...
>

E sem fundamento, já que quase todo o trabalho (e sucesso) de implantação de
um CRM é parametrização, e não código submetido à GPL. Mas que isso é
difícil de explicar, isso é...

Enquando ao grande "diferencial em relação à concorrencia", é apenas mito.
Uma sublicenciada de um SP proprietário que desenvolve uma coisa para você
vende a mesma coisa para o corrente de um jeito ou de outro. Ou alguém por
aí tem uma versão exclusiva de algum CRM proprietário? Ninguém paga para
ficar com código de uma sublicenciada, apenas com parametrização. Qualquer
código escrito por uma sublicenciada será integrado à ferramenta e vendido
mais barato para quem vier depois.

A alternativa a isso é desenvolver tudo in-house, que com certeza custa bem
mais. Ainda mais se você levar em conta as ferramentas de desenvolvimento
proprietárias e custo da plataforma, pagas para toda a vida.

Então seja para desenvolvimento in-house ou não, ferramentas livres parecem
mais interessantes. O modelo de negócios para adaptação/implantação de CRM's
e ERP's proprietários por intermédio de sublicenciadas são os mais leoninos
que eu já vi.

-- 
Glauber Machado Rodrigues
PSL-MA

jabber: glau...@jabber-br.org

música livre é bem melhor:
http://www.jamendo.com
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a