2009/2/25 Alexandre Oliva <lxol...@fsfla.org>:
> Tipo assim...  Imagine que você é um fabricante de móveis.
>
> Você vendeu um conjunto de mesa e cadeiras, foi pago pelo seu trabalho.
>
> Aí você descobriu que o cliente está fabricando mesas e cadeiras bem
> parecidas com as suas.
>
> Você pergunta pra ele, e ele diz que está sim fazendo móveis iguais aos
> que comprou de você.
>
> Que sentido faz você cobrar alguma coisa dele, ou dos clientes dele?  Ou
> impedir que ele venda o produto que ele fabricou e receba a remuneração
> pelo trabalho que fez?

Claro que faz. É meu projeto. É justo eu passar, por exemplo, anos
fabricando cadeiras e mais cadeiras até chegar naquela que é perfeita
em todos os sentidos - confortável, leve, fácil de fabricar, barata -
para que um mané qualquer faça cópias dela sem ter gasto um único
minuto descobrindo o que eu levei anos para descobrir?

> Se ele quiser fazer cadeiras com o encosto mais alto, precisa pedir
> permissão pra você?

Se for um projeto derivado do meu, pode apostar. E coloco o CREA no
pescoço dele, se puder.

> Faz sentido achar que, na ausência de uma lei que ofereça a você a
> possibilidade de impedir que ele faça essas coisas, ninguém mais vai
> fabricar móveis?

Ninguém mais vai fabricar móveis com o meu projeto. Quem quiser fazer
móveis, que projete os próprios.

> Tome, isto aqui é uma pílula vermelha.  Acorde, Neo! :-)

Analogias de Matrix são tão anos 90... Acorde Alexandre.

-- 
Ricardo Bánffy
http://www.dieblinkenlights.com
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a