On Feb 25, 2009, Ricardo Bánffy <rban...@gmail.com> wrote:

> Eu acho isso extremamente incoerente e incompatível com o ideal do
> software livre.

Fica claríssimo que você não entende o ideal do Software Livre.

> De que vale uma licença se podemos desrespeitar o
> direito de autor quando nos convém?

As licenças de Software Livre são meios de anular os efeitos daninhos da
implementação vigente do direito autoral.  As licenças valem para que,
nesse contexto daninho, o Software se torne Livre.

> Sem esse direito, ou se pudermos passar por cima deles quando nos
> convier (exemplo do fabricante de cadeiras que copia o projeto do
> concorrente), não entendo bem o que estamos defendendo.

Eu não tenho a menor idéia do que você está defendendo.

Eu defendo as 4 liberdades para obras funcionais, como software.

Defendo também, em menor escala, a liberdade de apreciar, copiar e
compartilhar obras artísticas e culturais em geral, mas ainda estou
estudando e pensando no assunto.

Sem direito autoral, essas liberdades seriam mais fáceis de alcançar,
mas não estariam garantidas.

Por exemplo, a liberdade de estudar e modificar software ficam
prejudicadas na ausência de código fonte.  Havendo direito autoral ou
não, software pode ser distribuído sem código fonte.

Ou seja, as liberdades que defendo e a filosofia que eu defendo não têm
a ver com direito autoral, como você parece supor.

O respeito às liberdades passa por uma conscientização social de
rejeição ao desrespeito às liberdades essenciais (na mesma linha da
atual rejeição da idéia de escravidão), como forma de induzir quem hoje
escolhe desrespeitar essas liberdades a que passe a respeitá-la, se não
por questões éticas (de não causar dano ao próximo), por questões
econômicas (se ninguém comprar produtos que desrespeitam o cliente, a
"remuneração" só vai aparecer para produtos que respeitem).

Se você acha que direito autoral, como implementado hoje, é algo além de
um empecilho para as liberdades das pessoas sobre obras culturais e
funcionais, se acha que o copyleft é um ponto fundamental da ideologia
do Software Livre, você não entendeu nada :-(

> nesse contexto, certo e errado são distintos como a noite é do dia.

Eu também acho.

Mas ainda assim discordamos sobre o que é certo e o que é errado.

Talvez um de nós esteja olhando pro céu durante um inverno nuclear (é a
Lua ou é o Sol?), enquanto o outro olhando pra Terra a partir de outro
planeta, e vê que numa parte é dia e noutra é noite.

E, enquanto as criaturas do dia não conseguem enxergar direito à noite,
criaturas das trevas derretem à luz do dia.

Certo?  Ou errado? :-)

> Seguir as leis parece ser opcional por aqui, mas é uma opção da qual
> eu não abro mão.

Ninguém está pedindo pra você não cumprir as leis.

Ainda dá pra ter algum respeito pelo próximo sem descumprir as leis.

Mas que já há uma porção de leis injustas, compradas por interesses
mesquinhos antagônicos aos da sociedade que institui as leis, isso há.
É para combater essas leis que a sociedade precisa se unir.  Há várias
maneiras de combatê-las.  Só algumas delas envolvem desobediência civil.

free{};

-- 
Alexandre Oliva           http://www.lsd.ic.unicamp.br/~oliva/
You must be the change you wish to see in the world. -- Gandhi
Be Free! -- http://FSFLA.org/   FSF Latin America board member
Free Software Evangelist      Red Hat Brazil Compiler Engineer
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a