2009/2/27 Alexandre Oliva <lxol...@fsfla.org>

> On Feb 27, 2009, "Glauber Machado Rodrigues (Ananda)" <
> glauber.rodrig...@gmail.com> wrote:
>
> > 2009/2/27 Filipe Saraiva <filip.sara...@gmail.com>
> >     Ricardo, apenas um esclarecimento: porque a thread é off-topic?
>
> > Porque o tema da lista é software livre =D
>
> E software não é um bem cultural compartilhado em torrents hospedados no
> PirateBay, entre tantos outros?  Não defendemos justamente as liberdades
> dos usuários desse tipo de bem cultural, entre elas a de compartilhar?
>
> OT, nada.  Difícil imaginar algo mais *On* Topic.
>

Músicos independentes, industria fonográfica, p2p, etc, etc, é um assunto
relacionado, mas não é o tópico da lista.

É tão relacionado que está sendo discutido aqui, mas ao meu ver é off topic.
Alguém pode estar interessado em SL e não dar a mínima para p2p.

Ao meu ver os assuntos on-topic tem a propriedade de estarem totalmente
dentro do tema da lista, de forma que podem ser discutidos a fundo sem o
risco de perder o link, nem de faltar entendidos no assunto para enriquecer
o debate, já que o que está sendo debatido é justamente o tema da lista.

Os assuntos off-topic devem ser abordados sob uma perspectiva que permita
manter o link com o tópico da lista. Desde que isso seja feito, não vejo
problema. Mas isso não faz com que o assunto seja on.

Por exemplo, mesmo os músicos morram de fome ou enriqueçam com o p2p, o SL
ainda pode ir bem ou mal. Mas o que está acontecendo com eles, com a
internet, com o cerceamento de direitos legitimos e o concedimento de
direitos ilegítimos,etc etc, é um caso muito parecido (apesar de ser também
muito diferente) com o experimentado pelos usuários de Software.

Mas são coisas diferentes, o cenário é diferente, os problemas são
diferentes, o modelo de negócio é diferente. Uma pessoa que entende de SL
pode não entender bulhufas da indústria fonográfica e p2p.

Quando uma thread é on-topic é de esperar que os participantes tem a devida
familiaridade com o assunto, que este será abordado com toda a propriedade
de quem realmente se interessa, estuda e debate justamente aquilo. Alguém
que encontra essa discussão por aí tem a espectativa de que o aquele é o
lugar onde aquilo será discutido com propriedade.

Quando o assunto é off-topic não se pode assumir familiaridade dos
integrantes da lista com o assunto sendo abordado, apenas com os ítens
relacionados, não se pode assumir que os argumentos apresentados foram
validados pela audiência, etc, etc. Isso não impede que ele seja discutido
mesmo assim, desde que haja interesse de toda a lista. Mesmo assim, ele deve
ser devidademente marcado como off-topic.

Mesmo assim alguns integrantes desse forum são capazes de discutir o assunto
com muita propriedade, sobre uma ótica única de quem se interessa pelo
tópico da lista. Confiamos no que dizem por sabermos de quem se tratam, mas
o efeito não é o mesmo que se obtém num fórum especializado (onde tudo que é
dito será debulhado a níveis sub-atômicos - é só ver o que acontece aqui
quando o assunto é software livre, o nível técnico, filosófico, et, etc, é
lá em cima). Por isso o assunto atrai o interesse, não por ser on, mas por
ter sido considerado relevante. É o que eu penso.

Dizer que o assunto é off-topic não é o mesmo que dizer que não interessa a
ninguém, que não vale a pena discutir itens relacionados na lista e que os
interessados devam procurar o fórum mais apropriado. Serve apenas para dizer
"não é o foco da lista", não que o assunto não possa render uma discussão
interessante.

-- 
Glauber Machado Rodrigues
PSL-MA

jabber: glau...@jabber-br.org

música livre é bem melhor:
http://www.jamendo.com
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a