Em Dom, 2009-03-01 às 23:04 -0300, Bruno Salgado escreveu:

> 2009/3/1 Cláudio Sampaio <pat...@gmail.com>:
> > 2009/3/1 Bruno Salgado <brunosalg...@gmail.com>
> >>
> >> Outro dado interessante foi ver que essa abertura enfraqueceu outras
> >> listas que participo ou participava.
> >
> > Como assim "enfraqueceu"? O que aconteceu com as listas? Pessoas se
> > desinscreveram?
> 
> Exatamente. E em outros caso algumas pessoas simplesmente pararam de
> mandar emails ou restringiram muito tais ações.


é óbvio que se esta lista for aberta para toda WEB e googlável, por
exemplo, muitos de nós, inclusive eu, deixaremos de postar muitas de
nossas opiniões. 

Prefiro que a lista seja de organização interna do movimento do Projeto
Software Livre Brasil...para qual ela foi criada.
Falamos o que dá na telha sem nenhum auto-controle...

mas....

Marcelo


> 
> >
> >>
> >> Gostaria de entender um pouco mais a razão do interesse na abertura da
> >> lista para pessoas que tem a possibilidade de se inscrever mas não
> >> fazem por não terem interesse.
> >
> > Citação de mails da lista para outras pessoas/grupos de interesse. Sendo
> > acessíveis diretamente por um URL, as mensagens dessa lista - algumas
> > bastante esclarecedoras e preciosas - poderão alcançar um público muito mais
> > amplo (por exemplo, poderiam ser vinculadas diretamente por algum blog que
> > defendesse suas idéias).
> 
> Cá entre nós, qual o obejtivo?
> 
> Tipo, aumentar o alcance da lista? Tem outras formas mais efetivas e
> mais organizadas de se fazer.
> 
> Uma primeira ação que quase não dá trabalho nenhum de fazer é divulgar
> um anúncio da lista nos próprios canais de software livre, explicando
> para o que ela serve, qual tipo de assunto que por aqui rola, qual a
> importância da lista, etc. Certamente, seria a postura que traria
> melhor resultado a curto prazo. A médio, tal iniciativa poderia ser
> realizada em outros canais que não de SL.
> 
> Outra é um grupo de pessoas fazer tipo um clipping do que foi
> discutido, com os assuntos, etc.
> 
> Enfim, idéia não falta. Basta definir o real propósito.
> 
> Mas claro, simplesmente, abrir a lista para indexação do Google, é o
> caminho menos trabalhoso.
> 
> Mas se o objetivo for mesmo divulgar, aumentar, etc e tal, tem formas
> mais objetivas e fetivas de se fazer. Talvez abrir a lista seja um
> desses caminhos, mas de longe seria um dos principais.
> 
> Mas pelo padrão que a lista vem seguindo, no final da semana as
> conversas já estarão indexadas no Google. Só me senti na obrigação de
> expressar minha opinião. Caso seja confirmada esta tendência, peço
> somente que os responsáveis divulguem essa informação antes de
> executar tal ação.
> 
> []s Bruno Salgado
> 
> 
> >
> > []s,
> >
> > Patola
> > --
> > de nada vale
> > erguer mãos e olhos
> > para um céu tão longe,
> > para um deus tão longe
> > ou, quem sabe? para um céu vazio.
> >
> > (Carlos Drummond de Andrade, "Coisa Miserável")
> >
> > _______________________________________________
> > PSL-Brasil mailing list
> > PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> > http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> > Regras da lista:
> > http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
> >
> 
> 
> 

Marcelo D'Elia Branco 

Http://marcelo.softwarelivre.org
Twitter: https://twitter.com/MarceloBranco

Campus Party Brasil
http://www.campusparty.com.br


A Internet não é uma rede de computadores, é uma rede de pessoas
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a