Em 26/02/09, Alexandre Oliva<lxol...@fsfla.org> escreveu:
> On Feb 26, 2009, Pablo Sánchez <phack...@gmail.com> wrote:
>
> > Em 26/02/09, Marcelo Branco<marc...@softwarelivre.org> escreveu:
>
> >> É a primeira vez na minha vida que me deparo com membros da comunidade
> >> software livre defendendo essa posição conservadora. A mesma posição das
> >> gravadoras e das empresas do software privativo.
>
> > Ai ai ai ai ai... acha que não somos a favor do compartilhamento do
> > conhecimento?
>
> Pelo que estão dizendo, não.  São a favor do controle do conhecimento
> por quem coloca o último tijolo na obra.

:-/

Não, sou a favor de convencer a pessoa de que compartilhar é bom, e
não de impôr isso a ela, porque ainda respeito a LIBERDADE DE CRIAR
SEU PRÓPRIO JUÍZO DE VALORES.

> > O que não somos é a favor da quebra de direitos,
>
> O que você está chamando de direito, de liberdade, na verdade é poder de
> cercear o direito e a liberdade do outro.  Você e Bánffy têm se colocado
> a favor desse poder, que é contrário à liberdade.  Deixa eu explicar
> abaixo...

Direito a que? A usar o conhecimento? Pode ser, neste ponto tem razão,
mas também respeito o direito da pessoa que criou, que se quisesse
deixava a coisa escondida, não mostrava nada a ninguém, e
mesquinhamente só usava para si. Agora, você quer impor que a sua
poinião sobre liberdade é o que está correta, não interessa a opinião
do outro, e se para isso você vai entrar na casa dele e mudar o canal
da televisão dele, porque acha que a novela da rede globo é ruim, está
agindo errado. Conença-o que a TV é ruim. Se ele achar bom, fazer o
que, gosto é que nem c... Cada um tem o seu e que você aguente o do
outro.

> > Conhece aquela frase "a minha liberdade acaba onde começa a do outro"?
> > Então, respeite a liberdade do outro de não querer compartilhar!
>
> Essa, a gente respeita.  Se você não compartilha, tá dentro do seu
> direito.
>
> O que não dá pra engolir é compartilhar dizendo "eu posso, você não
> pode".
>
> Uma vez que você compartilhou a obra comigo, eu sou dono da cópia que
> você me deu.  Se você me impede de copiá-la, de modificá-la, de
> entregá-la a quem eu quiser, não está defendendo *sua* liberdade, está
> exercendo poder de exclusão sobre a *minha* liberdade.
>
> É, de novo, aquele argumento da liberdade do psicopata: a liberdade do
> cara me matar deve sobrepujar minha liberdade de viver?  Tirar a vida
> (ou qualquer outro direito ou liberdade do outro) não está mais dentro
> da sua liberdade, é poder sobre o outro.

Então estamos em linhas filosóficas diferentes mesmo, porque ser livre
implicaria em não ter nenhuma amarra social, o que também pode ser
lido como "só é livre aquele que mata se quiser" (ou compartilha o que
não é seu).

Ou seja, não sou livre para poder definir nada sobre o que crio?

> > mas os mesmos mecanismos legais que os defendem são os que acabamos
> > usando para defender a nossa liberdade de fazer Software Livre
>
> Não, você está de novo confundindo Software Livre com software copyleft,
> ou GPL, ou algo assim.
>
> Você, por exemplo, faz Software Livre e adora a licença de Software
> Livre permissiva publicada pela Universidade da California em Berkeley,
> a BSD modificada.

Sim, acho que dar total liberdade inclui deixar que o uso seja pro
diabo que for. Mas esse é o meu conceito de liberdade. Você acha que
restringir é liberdade. Eu acho que não, que liberdade é algo sem
restrição. Mas... veja que para você manter seu discurso de liberdade,
precisa de mecanismos restritivos, ou seja, É A SUA VONTADE SOBRE A
MINHA. Meio hipócrita esse discurso de liberdade... "Vamos ser livres,
mas nos meus termos, ok?"

> É Software Livre, tanto quanto software sob GPL.  Pelo menos enquanto
> ninguém cercear as liberdades dos usuários, apesar das permissões da
> licença (o que é possível tanto para uma quanto para outra).
>
> Agora, você, que prefere uma licença mais permissiva, praticamente tão
> próxima do domínio público quanto possível, vem dizer que você usa a
> licença pra defender a nossa liberdade?  Pra você, se não houvesse
> direito autoral, daria no mesmo.

Pelo contrário, essa discussão não existiria, e nem íamos ver tijolos
caindo sobre um discurso que não se fundamenta. E outra: domínio
público é ruim? É? Tem certeza? Você mesmo citou exemplos como a roda,
a cadeira, coisas que são de domínio público, que todos podem usar o
conceito, ninguém pode patentear... Que são livres para serem
recriadas das mais diversas formas, onde você compra o produto, e ele
é seu, e você modifica como te der na telha... engraçado, mas desde
que ninguém patenteie o que não é dele, é de domínio público, ele pode
fazer o que quiser, colocar no seu produto, e vender. Ou você entra na
loja de móveis, pega a cadeira, e vai embora? Se as patentens da MS
caísse no domínio público, o processo contra a Tomtom nem existiria...
Então, porque uma licença próxima do ddomínio público seria ruim? Como
isso se encaixa no seu discurso de liberdade?

> Vai entender...
>
> > Ser subversivo não é necessariamente ser criminoso!
>
> Correto.  O criminoso comete o ato em vantagem própria.

Humm... melhor reescrevermos a lei então. Toda ela. O marido que mata
a mulher por ciúmes, como isso pode ser vantagem própria?

> A desobediência
> civil que praticamos, visa a subverter todo o sistema, para benefício de
> toda a sociedade.

Ou pelo menos, assim espera-se, senão é mero crime. Se a sociedade
discordar de você, qual vai ser o próximo discurso? Vai ser mais ou
menos como dos psicopatas religiosos? "Eu matei porque eles iam contra
a palavra de Deus", "Eu compartilhei, porque ia contra a liberdade de
deter o conhecimento que o outro não quis me contar".

> São objetivos completamente diferentes, um mesquinho
> como os supostos direitos que você e Bánffy defendem, o outro generoso e
> de cunho social, justamente para combater essa mesquinharia.



-- 
=================================
Pablo Santiago Sánchez
Análise e Desenvolvimento de Sistemas Web
Zend Certified Engineer #ZEND006757
phack...@gmail.com
(61) 9975-0883
http://www.corephp.com.br
"Quidquid latine dictum sit, altum viditur"
=================================
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a