2009/3/3 Everton Rodrigues <ever...@softwarelivre.org>:
> Omar,
>
> Entendo o queres dizer, mas penso que as músicas que já foram gravadas e
> editadas não são dele, e sim das grandes empresas.

Vamos dar nomes às coisas. Gilberto Gil _vendeu_ os direitos para as
_gravadoras_ e continua ganhando dinheiro com isso. Remover o verbo
pode dar a entender que elas podem ter tomado as músicas dele e
"grandes empresas" é um daqueles termos "fantasmagóricos" que não
ajudam muito a entender o que se passa. Até onde eu sei, ele tem obras
que não foram vendidas para gravadoras, mas, até que a produção
musical recente (se existir) dele seja distribuída como ele propõe que
seja a dos outros, eu diria que ele não está, como dizem os americanos
do norte, pondo a boca onde ele põe o dinheiro.

> Talvez possamos discutir com ele o que fazer daqui para frente. E penso que
> daqui para frente a solução seja constituir gravadoras e editoras
> profissionais públicas para não existir essa dependência que deixa os
> músicos refém...

Pelamordedeus, espero que "pública" não seja "estatal". Embramúsica não...
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a