On Fri, Apr 03, 2009 at 01:42:46PM -0300, Omar Kaminski wrote:
> Desconheço, e se existe, não há o hábito de se valer delas.
>
> E filmes, tem também?

Sim, filmes, softwares, música - aos milhares. Penso que o livro deixou de ser
faz tempo o único ítem de bibliotecas. Eu não sei bem qual o tipo de acordo
ocorre entre os detentores de direitos sobre obras digitais e estas
bibliotecas. A maior referência que tenho é a Biblioteca Nacional do Québec[0].
Uma breve busca me retornou 8962 documentários e 3173 trilhas sonoras de filmes
disponíveis para consulta e empréstimo.

[0] http://catalogue.banq.qc.ca/

Talvez seja um bom exemplo pro Brasil, que foi referência na questão do
licenciamento justo em documentário realizado nesta mesma província[1]. A
questão é saber se haveria vontade política por parte do Estado em socializar
legalmente esses acervos digitais, ao mesmo tempo em que a indústria acordasse
ações desse tipo num país onde se diz que a pirataria é uma praga econômica
encrustada na nossa cultura.

[1] http://opensourcecinema.org/

Eu estou mesmo curioso pra saber como se dá o processo de disponibilização de
obras digitais em bibliotecas públicas: quanta grana envolve, que tipo de
contrato se faz, e até o onde o estado pode intervir com autonomia e
legitimidade nisso, indo de encontro aos interesses da indústria para promover
o bem comum. Não entendo como se dá essa queda-de-braço, ou se é mesmo uma
queda-de-braço :)

[]'s

-- 
Tiago Bortoletto Vaz
http://tiagovaz.org
0xA504FECA - http://pgp.mit.edu
GNU/Linux user #188687

Attachment: signature.asc
Description: Digital signature

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a