2009/4/20 Alexandre Oliva <lxol...@fsfla.org>:
> Revendo princípios fundamentais do trabalho de Newton, que deixariam
> Newton boquiaberto, talvez tanto quanto Einstein insistindo na
> impossibilidade do acoplamento de partículas subatômicas permitindo
> comunicação instantânea, contrariando um dos pilares fundamentais da
> relatividade geral.

A relatividade é um caso específico das idéias de Newton. Elas
funcionam muito bem para automóveis e prédios, por exemplo. Einstein
funciona em outros casos e existem mais alguns em que precisamos
partir para aquele universo estranhíssimo da física quântica.

> Parece que você é quem está em negação.  Não estavam só acrescentando,
> não.  Havia conflitos entre o que uma teoria considerava possível e a
> outra, anterior, largamente aceita, impossível.
>
> Certamente isso não é descumprir as leis da física, pois elas sempre
> estiveram lá.  Mas é descumprir o que a ciência acreditava serem as leis
> da física.

Finalmente você tocou um ponto interessante. Ainda estamos aprendendo
como a economia funciona. Não entendemos completamente, ou não
teríamos incidentes infelizes como o do ano passado e não amargaríamos
o atual reajuste de valores percebidos. Nao sabemos como essa máquina
funciona e o melhor que podemos fazer é criar teorias e ver como elas
funcionam para prever o comportamento do nosso objeto de estudo. O
fato de só termos um objeto de estudo não ajuda muito.

> O que nos traz ao ponto da discussão em que estamos.  Você acena com
> teses que alguns economistas creem ser absolutas e naturais, apesar de
> toda evidência recente em contrário.  Será que já não é hora de
> revisá-las?

Sempre é hora de revisar teorias. O que eu estou dizendo é que o
sistema é muito mais complicado do que algumas ideias simplistas fazem
crer.

> Infelizmente, o único caso real que tenho para citar é entre Einstein e
> Pauling, porque os demais não foram contemporâneos.  Curiosamente, é o
> único caso que você não cobriu em sua resposta.  Quem está em negação?

A evidência experimental suporta a noção de que Deus joga dados, mas
isso não faz com que a relatividade esteja errada. Ela funciona muito
bem quando você fala de objetos maiores. Descobrimos, afinal, que ela
também é um caso especial, assim como as idéias de Newton.

> Então não confunda "leis da natureza", essas de fato impossíveis de
> violar, com "o que acreditamos que sejam as leis da natureza", essas
> frequentemente incomplets, inkorretas e revisadas ao longo da história.

Se você quiser revisar alguma teoria, em física ou economia, fique à
vontade, mas para isso você precisa primeiro trazer alguns fatos que
não se enquadrem direito nas teorias aceitas atualmente ou produzir
uma teoria que se adapte melhor aos fatos que temos observado. É assim
que ciência funciona. E funciona bem, se você quiser usá-la. O único
senão é que ela não combina com ideologia e pode não te dar as
respostas que você quer receber.

-- 
Ricardo Bánffy
http://www.dieblinkenlights.com
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a