Vou ter que responder, né!?

Em 01/06/2009 às 12:24 horas, psl-brasil@listas.softwarelivre.org escreveu:
-----BEGIN PGP SIGNED MESSAGE-----
Hash: SHA256

On 01-06-2009 12:03, Julian Carlo Fagotti wrote:
> Felipe
>
> Ainda bem que você é moderador da lista, não nosso estrategista. Tua
> visão política me dá medo!

Ainda bem que você não está em posição de avaliar minhas
competências, tanto técnicas como estratégicas, embora eu certamente
seja capaz de avaliar suas competências técnicas.

Você poooode! Julian não poooooode!?

Em nenhum momento eu mencionei a parte estratégica, apenas
respondi itens técnicos. Eu sou 100% a favor de que serviços
estratégicos sejam de domínio nacional, sejam eles água, energia ou
telecomunicações, a questão aqui é que ninguém sabe quais foram os
termos do acordo e todos estão prontos pra bater e dar soluções.

Alegro com esta posição, fico com "menas meda"!

> Primeiro:
> O Expresso está sendo usado por mais de 10 estados brasileiros, e o
> governo federal.

Se quantidade fosse sinal de qualidade, a Microsoft estaria
numa situação diferente.

Base instalada é importante par um software, é esta a questão que abordei, somada com a inteligência local.

> Defendo que tenha uma relação mais forte e definitiva
> com o e-groupware, e estou tentando construir isso.

Até lá, é um fork longe do upstream.

    Isto é um bom assunto!!!

> Mas mesmo sem esta
> relação já é uma base implantada, e uma comunidade forte e considerável.

[citation needed]

Há mais de uma base, com patches diferentes e códigos que
envolvem uma parte livre e uma parte não-livre. O Expresso deixou
de ser modelo/referência de desenvolvimento em Software Livre.

Outro bom assunto para a comunidade do Expresso. Tô nessa lida também. Somos parceiros nisso!


> Se fosse por comparativo direto de ferramentas, a gente não teria
> começado implentar Linux e BrOffice em desktop no Governo do Paraná em
> 2003. Tinha um monte de coisa que não tinha no pacote Microsoft na época.

Comparativo direto seria entre o BrOffice.org e o cliente de
e-mail, ambos seriam no desktop, estamos falando de infraestrutura
de email e webmail, então sua consideração não se aplica.



A comparação se aplica sobre documentos de Estado e a licença dos .doc, por exemplo. Se aplica sobre um ambiente centralizado de sistema operacional e programas (Debian Paraná). Me espanta toda sua capacidade não conseguir fazer este comparativos.

> Segundo:
> Felipe, tu é mineiro? Tem bom coração? :)

Não acho que isso seja relevante.

Realmente eu acho que seja mais problema de fígado do que de coração! :) < ATENÇÃO, sinal de brincadeira!

> Sinceramente gostaria de ter a resposta de quem trabalha na Prodabel,
> que defende esta posição, para a gente ter um debate sobre o tema com os
> argumentos que levaram esta empresa brasileira, e estatal adotar o
> Google. porque isso vai ajudar, inclusive a comunidade do Expresso com
> novos desafios.

Provavelmente as pessoas envolvidas com a "decisão" têm coisas
melhores pra fazer do que ler as opiniões dos "especialistas" da
PSL-Brasil.


Faltou acreditar no Felipe!


Abraço,
- --
Felipe Augusto van de Wiel (faw)
"Debian. Freedom to code. Code to freedom!"
-----BEGIN PGP SIGNATURE-----
Version: GnuPG v1.4.9 (GNU/Linux)
Comment: Using GnuPG with Mozilla - http://enigmail.mozdev.org

iEYEAREIAAYFAkoj8oUACgkQCjAO0JDlykbv0QCgzJoTEZAhoGUA4yCdmO4e7mxJ
SuMAnRpgQkWXb0htK14IxqK8HmWR/JkZ
=RLPx
-----END PGP SIGNATURE-----
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil


_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a