É bom para esclarecer.  A grande vantagem é centralizar um ambiente corporativo eliminando grande parte do suporte presencial, otimizando versões de programas seja e de SO. No caso do Paraná Digital (2 mil laboratórios nas escolas) avançamos mais. Além do ambiente centralizado, a UFPR também fez modificações para usar multiterminal. Economizamos uma boa grana com isso.
A tempo: A distribuição nossa chama Debian Paraná. Ou seja, nem é fork, nem é outra distro. É uma referência intencional à origem.



Em 03/07/2009 às 14:05 horas, psl-brasil@listas.softwarelivre.org escreveu:
Julian,

Sou a favor da customização, mas contra a criação de uma nova distro, como muito acontece.

Em relação ao que falou do Notes-IBM poderia ser facilmente resolvido com a criação de um pacote deb e depositado em um repos próprio.

Veja que não estou colocando em cheque a decisão de vcs, mas apenas querendo entender como isso se dá.

Obrigado,

Rafael Gomes
Consultor em TI
Embaixador Fedora
LPIC-1
(71) 8146-5772
Fedora Talk : 5103520


2009/7/3 Julian Carlo Fagotti <jul...@celepar.pr.gov.br>
Aqui no Paraná fizemos uma distro baseada em Debain. O motivo da distro própria foram sistemas legados que não funcionariam com a distribuição original. Como o emulador de Notes-IBM. Ainda que tenhamos migrado as contas de e-mails para o Expresso, os 10 anos de IBM Notes criaram um legado, com muitas pequenas bases de dados que não valem a pena migrar, seja porque tem tempo de vida curto, seja porque serão incorporados a sistemas de verdade, com linguagem livre. O Distro própria possibilita estas pequenas mudanças, acelerando a migração.
Não se trata exatamente de uma distro própria, mas de adaptação de um determinada distro para resolver problemas específicos.
Além disso, no caso da Celepar que é uma companhia de informática, é bom ter conhecimento sobre sistemas operacionais, qualifica nossos fucionários para outros desafios.

Em 03/07/2009 às 13:37 horas, psl-brasil@listas.softwarelivre.org escreveu:
Sei que posso parecer chato, mas aproveito esse email para lançar uma dúvida que me acompanha desde que ví a primeira distro "criada" pelo governo.

Por que criar uma nova distro e não utilizar e ajudar uma distro já existente?

É realmente uma dúvida minha, que deve haver uma resposta coerente.

Obrigado,

Rafael Gomes
Consultor em TI
Embaixador Fedora
LPIC-1
(71) 8146-5772
Fedora Talk : 5103520



_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil



_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista: 
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil

Responder a