Para conhecimento:

O Plenário do Senado acaba de aprovar em votação simbólica nova emenda ao
projeto de reforma eleitoral (PLC 141/09) definindo que é livre a
manifestação de pensamento na internet e em outros meios eletrônicos de
comunicação interpessoal durante a campanha eleitoral, sendo vedado o
anonimato e assegurado o direito de resposta.

Com isso, os internautas podem se manifestar contra ou a favor de qualquer
candidato em blogs, sites de relacionamento como Orkut e de mensagens
instantâneas como o Twitter. Páginas de veículos jornalísticos também são
beneficiadas.


*O texto aprovado é fruto de acordo firmado em Plenário durante a discussão
de duas emendas de teor semelhante, dos senadores Alvaro Dias (PSDB-PR) e
Aloizio Mercadante (PT-SP), que suprimiam artigo do texto aprovado pela
Câmara que restringia o uso da internet nas campanhas eleitorais. O intuito
dos senadores era justamente liberar a campanha na rede mundial de
computadores. *

Todo este texto em:

http://www.adadigital.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=2430:senado-decide-que-campanha-eleitoral-deve-ser-livre-na-internet&catid=18:senado&Itemid=151

Em breve, daremos  informações mais detalhadas de como ficou toda votação no
Senado e qual texto seguirá pra Câmara
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil

Responder a