Fabianne Balvedi escreveu:
pois é, mas eu não falei em desistir do reconhecimento.
Eu falei em não esperar por ele como se fosse uma
moeda de troca, o que é bem diferente. Se ele vier, ótimo,
se não vier, o trabalho continua. Voluntários, pelo menos do
meu ponto de vista, são movidos pela vontade e por uma causa
coletiva, e não pelo interesse em algum possível benefício pessoal
que venha desse trabalho. O própria criação do linux pra mim não foi
um trabalho voluntário, pois o Linus tinha um declarado interesse
pessoal no projeto. Sim, ele doou o código à humanidade, e sou
muito grata a ele por isto, mas o trabalho que ele teve desenvolvendo
este código pra mim não se classifica como sendo voluntário.
Oi Fabbiane,
Espero que eu possa discordar em parte do seu ponto de vista.
Eu acho que a ação dele em doar torna ele um voluntário de um processo como um todo. Todos nós temos um interesse por tras de tudo que fazemos. Seja ocupar um tempo livre, o egoísmo de lutarmos pelo que acreditamos sem respeitar o direito do capitalista nadar em dinheiro, seja fazer propaganda em nosso site, derrubar presidentes, seja ganhar garotas ou conhecer novas pessoas. Todos nós somos egoístas e queremos algo para nós também e isso é um direito nosso assim como é do Linus. Com relação ao tema a meu ver o Juiz do PR não pode legislar sobre a internet pois a internet é algo internacional. É como se o Juiz proibisse a queimada da amazonia pois estava afetando o clima no PR pelo efeito estufa. Proibir o ar das queimadas de entrar no PR e condenar quem fez as queimadas a mil anos de cadeia. Seria legal mas eu acho que não tem muito efeito legal.




Marcus
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil

Responder a