Em 5 de fevereiro de 2010 10:10, Cláudio Sampaio <pat...@gmail.com>escreveu:

>  2010/2/5 Pablo Sánchez <phack...@gmail.com>
>
>>
>>   O que o Darwin tem a ver com o assunto? Não é sistema operacional
>>> móvel.
>>>
>>
>> Qual sistema você acha que roda no iPhone?
>>
>
> Peraí... Vamos separar as partes. O Darwin é a parte "open source" do Mac
> OS X, tudo bem, e a Apple cismou de chamar o SO que roda no celular deles de
> Mac OS X também (ou agora renomearam pra iPhoneOS? Já não sei). Mas não é a
> mesma coisa e, sendo o sistema do iPhone algo fechado, não sabemos que
> partes dele são o darwin e que partes não são, mas certamente o código que
> vem do darwin é algo pesadamente modificado para a arquitetura menor.
>
> E obviamente, não é open-source. Ou você tem o código que roda no iPhone *pra
> baixar* em algum lugar? Com direitos de modificação?
>

http://www.opensource.apple.com/

O iPhone roda o Darwin portado para a plataforma ARM.

Sim, é o mesmo sistema operacional, mas provavelmente não tem
compatibilidade binária pelo mesmo motivo que não tem compatibilidade
binária entre i386 e amd64, nem i386 e ARM, e nem outra penca de
incompatibilidades binárias por conta disso.

Mas o OS é o mesmo... muda apenas a camada de interface. :-P

Você pode baixar o fonte do Darwin, compilar para ARM, e então pegar os
outros softwares abertos do iPhone...

Só que isso estrapola os limites desta discussão.


>  Além disso, a Nokia já tem o Maemo, que é um excelente sistema de
>>> celulares rodando com Linux. Imagino que a abertura do Symbian, que ainda é
>>> bom para dispositivos mais limitados, seja mais uma tentativa de mantê-lo
>>> vivo "atacando por todos os lados".
>>>
>>
>> Mas é por isso que eu chamei a atitude de "desesperada". Se não fizessem
>> isso, o symbian ia aos poucos deixando de ser interessante para os
>> programadores.
>>
>
> Não sei, quando se fala em algo 'desesperado' eu penso basicamente em uma
> estratégia burra, apressada e apelativa, e acho que o que a Nokia está
> fazendo é estratégico, ponderado e inteligente. Por isso não pensei desse
> modo.
>

Ok, interpretação distinta do termo. Eu falei "desesperado" como último
recurso, não necessariamente uma decisão burra. Claro, na histeria as
pessoas ficam desesperadas e burras, mas decisões desesperadas podem vir
depois de muita reflexão e mapeamento estratégico também, como "nuss, vamos
lá para o último recurso, os riscos são mínimos mas não era ainda o que nós
realmente queríamos".

-- 
=================================
Pablo Santiago Sánchez
Análise e Desenvolvimento de Sistemas Web
Zend Certified Engineer #ZEND006757
phack...@gmail.com
(61) 9975-0883
http://www.sansis.com.br
http://www.corephp.com.br
"Quidquid latine dictum sit, altum viditur"
=================================
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil

Responder a