On Fri, 2010-02-05 at 14:14 -0200, Pablo Sánchez wrote:
> Em 5 de fevereiro de 2010 13:26, Luciana Fujii Pontello
> <luci...@minaslivre.org> escreveu:
>         On Fri, 2010-02-05 at 12:22 -0300, Glauber Machado Rodrigues
>         (Ananda)
>         wrote:
>         >
>         >
>         > 2010/2/5 Luciana Fujii Pontello <luci...@minaslivre.org>
>         >         (...)
>         >         Eu acho que se a gente reclamar até do que eles
>         fazem certo,
>         >         eles não
>         >         vão ter motivo pra acertar mais. Não é muito melhor
>         tentar
>         >         fazer eles
>         >         liberarem mais coisas do que chegarem a conclusão de
>         que
>         >         liberando
>         >         alguma coisa só vai aparecer gente reclamando?
>         >
>         > Esse argumento é válido no caso deles estarem liberando as
>         coisas só
>         > para nos agradar. Ninguém deveria fazer nada esperando que
>         ninguém vá
>         > reclamar. Acho que essas empresas são grandinhas o
>         suficiente para
>         > aguentarem umas críticas sobre o que estão fazendo, e olhar
>         para si
>         > mesmas sob a perspectiva de quem está olhando para ela.
>         
>         
>         Eu também acho que elas são grandinhas. Acho que não era bem
>         isso que eu
>         queria dizer. A questão é que se reclamarmos de tudo, a gente
>         fica sem
>         razão e as pessoas param de escutar.
> 
> O que eu acho interessante é o fato de que qualquer questionamento é
> levado como se fosse reclamação. Questionar não é reclamar. Questiono
> sobre pontos que não me parecem claros, sobre itens que devem ser
> levados em consideração e tudo.

Deixa eu colar seu e-mail inicial:

"Colocando lenha na fogueira:

http://oglobo.globo.com/tecnologia/mat/2010/02/02/video-revela-como-chrome-os-funcionara-num-tablet-do-google-915764581.asp

Mais um OS da Google? Sério? Primeiro Android e agora Chrome OS? Nada
contra, mas meio tiro no pé essas coisas, não? PELO MENOS dizem que é
aberto... até quando?"

Alguns questionamentos você mesmo podia ter respondido. O software é
livre como eles dizem? Sim. Não procurando sobre uma coisa simples
dessa, parece que você prefere insinuar que não é livre do que não ter o
que questionar, não?

O "até quando?" não foi crítica? Dá pra explicar o seu medo de eles
fecharem depois então?

O questionamento foi qual mesmo nesse e-mail, então? Eu não vi você
falar nada explicitamente do interesse do google. O "PELO MENOS" não é
porque o tom do e-mail era negativo?

Talvez se você falar das suas preocupações explicitamente, ao invés de
jogar perguntas você não seja mal entendido. Mas ok, sobre os interesses
eu já respondi depois.

> Em NENHUM momento, eu disse que era ruim essas empresas liberarem os
> fontes. Eu apenas perguntei: o que exatamente elas querem com isso? E
> qual o impacto real dessas liberações?

No e-mail seguinte você realmente perguntou isso e eu respondi com o meu
ponto de vista.

> Essas perguntas continuam sem serem respondidas, e elas vão ficar sem
> ser respondidas mesmo, só o tempo é que irá nos dizer o que é que elas
> queriam, e se conseguiram ou não.
> 
> Exemplo disso é a Apple... ela achou que ia conseguir uma coisa, mas
> conseguiu foi outra, então o que ela fez? Voltou atrás em vários
> itens...
> 
> Mas deixa para lá, pelo visto é melhor eu entrar no clube dos que
> estão apenas acompanhando de fora a lista. Falha minha tentar
> questionar algo.

Por que? Porque eu não posso questionar onde você quer chegar com seus
questionamentos?

Um abraço,

Luciana Fujii

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil

Responder a