Gabriel,

Fiz referência aos garis porque suas afirmações coincidem exatamente com o
discurso da grande imprensa paulista da qual o Sr. Boris Casoy é um ícone.
Imagino que você tenha tomado conhecimento do comentário preconceituoso que
este senhor fez sobre os garis.

http://www.youtube.com/watch?v=0H9znNpeFao

Reconheço que a comparação contigo tenha sido uma forçação de barra. Apesar
de constatar que você ecoa sem nenhuma dissonância ou posição crítica o que
a mídia da elite quatrocentona diz você em nenhum momento fez qualquer
comentário de cunho preconceituoso. Outra coisa, você tem todo o direito de
concordar com eles. E eu de discordar de vocês. Isto não significa paredão.
aceite a divergência. Vamos dialogar.

Discordo firmemente da postura deste setor da mídia. Estes senhores
estiveram no comando deste país durante séculos e construíram uma das
sociedades mais desiguais deste planeta. Estes senhores também chamados de
elite quatrocentona, numa referência ao tempo que sua linhagem hierárquica
se perpetua no poder, estão preocupados única e exclusivamente com a
manutenção do seu status quo. O objetivo é ser chamada de elite quinhentona,
depois seiscentona e por aí vai.

Não concordo com a idéia de que a liberdade de imprensa seja uma entidade
sagrada e intocável. É preciso que haja um entendimento sobre que
compreendemos com liberdade de imprensa. A vida em sociedade exige a
observância de limites. Porque a imprensa não teria. Seria justo o que
fizeram com aquela família dona de uma escola que foram acusados de
pedofilia, tiveram a vida destruída e depois mal receberam uma desculpa da
imprensa incauta.

Dizer que a Confecom atenta contra a liberdade de  imprensa é ignorar que
existe um luta histórica de amplos setores da sociedade que sempre
pleitearam um debate aberto e franco sobre o papel da comunicação em nosso
país. Isto não é atentar contra a liberdade de imprensa mas lutar por uma
liberdade de imprensa que beneficie a todos e não somente aos proprietários
dos grandes conglomerados de comunicação.

Espero que possamos estabelecer um diálogo mais fraterno e respeitoso.


2010/2/19 Gabriel Peixoto <caradepe...@gmail.com>

> Colega,
>
> Pra mim ambos atentam. Minha opinião. Vai me mandar pro paredão pro pelotão
> de fuzilamento ? Adoraria não ? :)
>
> Não não considero os garis seres desprezíveis. Já você é um caso a ser
> analisado. Aliás qual o porquê desse seu questionamento ? O que garis tem a
> ver com o que estamos conversando ?
>
> A sua classificação de estudioso de comunicação do Brasil é sua. Pelo que
> se pode ler abaixo eu nem preciso conversar com qualquer estudioso :
>
> Objetivo Estratégico I:
>
> Promover o respeito aos Direitos Humanos nos meios de comunicação e o
> cumprimento de seu papel na promoção da cultura em Direitos Humanos.
>
> Ações Programáticas:
>
> a)Propor a criação de março legal regulamentando o art. 
> 221<http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91972/constitui%C3%A7%C3%A3o-da-republica-federativa-do-brasil-1988>
>  da 
> Constituição<http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/91972/constitui%C3%A7%C3%A3o-da-republica-federativa-do-brasil-1988>,
> estabelecendo o respeito aos Direitos Humanos nos serviços de radiodifusão
> (rádio e televisão) concedidos, permitidos ou autorizados, como condição
> para sua outorga e renovação, prevendo penalidades administrativas como
> advertência, multa, suspensão da programação e cassação, de acordo com a
> gravidade das violações praticadas.
>
> Responsáveis: Ministério das Comunicações; Secretaria Especial dos Direitos
> Humanos da Presidência da República; Ministério da Justiça; Ministério da
> Cultura
>
> b)Promover diálogo com o Ministério Público para proposição de ações
> objetivando a suspensão de programação e publicidade atentatórias aos
> Direitos Humanos.
>
> Responsáveis: Ministério da Justiça; Secretaria Especial dos Direitos
> Humanos da Presidência da República
>
> c)Suspender patrocínio e publicidade oficial em meios que veiculam
> programações atentatórias aos Direitos Humanos.
>
> Responsáveis: Ministério das Comunicações; Secretaria Especial dos Direitos
> Humanos da Presidência da República; Ministério da Justiça
>
> d)Elaborar critérios de acompanhamento editorial a fim de criar ranking
> nacional de veículos de comunicação comprometidos com os princípios de
> Direitos Humanos, assim como os que cometem violações.
>
> Responsáveis: Ministério das Comunicações; Secretaria Especial dos Direitos
> Humanos da Presidência da República; Secretaria Especial de Políticas de
> Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República; Secretaria
> Especial de Políticas para as Mulheres da Presidência da República;
> Ministério da Cultura; Ministério da Justiça
>
>
>
>
> Conforme eu falei anteriormente para mim a criação de qualquer controle
> sobre a mídia é uma "tentativa de mansinho" de atentar contra a liberdade
> de imprensa. Estou louco em achar isso ? Estou raciocinando incorretamente ?
> Qual é o seu conceito de liberdade ? Liberdade sujeita a algum comitê ?
>
> Se o governo me viesse com uma lei em que alguém que atenta contra os
> direitos humanos seria enquadrado *criminalmente* era uma caso a se pensar
> com seriedade com certeza, isso se já não houver essa possibilidade. Agora
> caçar licença de fusão, retirar do ar etc pra mim são ferramentas para que
> alguém que detenha esse poder abusar :)  sacou ?
>
> Se hoje para determinar se alguém é culpado existe a acusação e a defesa
> dentro do poder judiciário e após o PNDH existe a possibilidade de que a
> setença seja dada diretamente por um órgão, conselho ou conjunto de pessoas
> do executivo sem o devido julgamento, eu classifico, na minha humilde
> opinião, como tentativa de restrição da liberdade de imprensa.
>
> Na Venezuela por exemplo o que vemos por alto é que sem essa burocracia
> toda que está se pondo no papel no Brasil, canais de comunicação tem sido
> fechados por ordem do presidente sem o menor trâmite.
>
>
> Alias lendo aqui a lei de imprensa enquanto escrevo achei as punições para
> quem se excede. Se existe punição criminal qual é o sentido de suspender
> sinal ? Você saberia me dizer ?
>
>
>  Incitar à prática de qualquer infração às leis penais:
>
> Pena - um terço da prevista na lei para a infração provocada, até
>
> o máximo de um ano de detenção, ou multa de um a vinte salários
>
> mínimos da região.
>
> § 1º Se a incitação for seguida da prática do crime, as penas
>
> serão as mesmas cominadas a este.
>
> § 2º Fazer apologia de fato criminoso ou de autor de crime.
>
> Pena - detenção, de três meses a um ano, ou multa de um a vinte
>
> salários mínimos da região.
>
>
>
> http://www.camara.gov.br/internet/infdoc/Publicacoes/html/arquivospdf/leideimprensa.pdf
>
> 2010/2/19 Heber Maia <heberm...@gmail.com>
>
> Gabriel,
>>
>> Quer dizer que a Confecom era contra a liberdade de imprensa? Quer dizer
>> que o PNDH é contra a liberdade de imprensa?
>>
>> Pelo visto você também deve considerar os garis como seres desprezíveis.
>>
>> Que tal conversar com algum estudioso de comunicação no Brasil? Não estou
>> falando de jornalistas que vendem até a mãe para garantir o seu quinhão.
>> Falo de pesquisadores renomados e sempre preocupados a democracia na
>> comunicação e com uma liberdade de imprensa que não esteja atrelada aos
>> interesses de seus anunciantes.
>>
>> Que tal ler o PNDH?
>>
>> []s
>>
>> Heber Maia
>>
>>
>>
>>
>> 2010/2/19 Gabriel Peixoto <caradepe...@gmail.com>
>>
>> E é por conta da sua ultima frase que tentativas "de mansinho" de acabar
>>> com a liberdade de imprensa vão para frente. Vide confecom PNDH etc.
>>>
>>>
>>> "O que é correto, faz parte da liberdade de imprensa."
>>>
>>> Pense na frase que define o atraso em linha de pensamento !
>>>
>>> 2010/2/19 Julian Carlo Fagotti <jul...@celepar.pr.gov.br>
>>>
>>>  Para os investigadores da oposição ao Governo federal de plantão:
>>>> Faz alguns meses vi uma matéria na Folha de São Paulo, caderno economia,
>>>> fazendo um prognóstico terrível na economia brasileira. Como tenho dinheiro
>>>> em ações (não da Telebrás, mas em fundos de ações, é melhor explicar já que
>>>> sou do PT) fui ver que era um transplante de uma análise para o s Estados
>>>> Unidos. Nem era adaptação, mas traduzido para o Brasil. Fiquei puto por um
>>>> jornal que devia me informar me desinformar e fazer-me ler 4 vezes mais
>>>> sobre um assunto pelo alardismo de uma matéria furada. Aí, escrevi para a
>>>> CVM, e pedi informações. Em uma semana eles me responderam, até coloquei no
>>>> meu blog. No caso a CVM diz que nada pode fazer contra informações
>>>> publicadas.
>>>> Pergunte pra CVM que ela responde!
>>>> O que é correto, faz parte da liberdade de imprensa. Mas esta liberdade
>>>> inevitavelmente, com jornalistas como ou sem diplomas, é usada para
>>>> especulações econômicas, políticas, e da vida da Ivete Sangalo e da Xuxa.
>>>>
>>>>
>>>>
>>>> Em 19/02/2010 às 02:27 horas, psl-bra...@listas.softwarelivre.orgescreveu:
>>>>
>>>> Falou como um verdadeiro Stalin!
>>>>
>>>> Mas em uma coisa você tem razão... Porque estamos discutindo a
>>>> valorização da Telebrás depois da divulgação desastrada de um "rumor
>>>> relevante"? Pelo menos o assunto foi marcado como off-topic desde a
>>>> primeira mensagem, mas, ainda assim, precisa?
>>>>
>>>> 2010/2/19 Heber Maia :
>>>>
>>>> > Seria muito bom que nossa lista não se atrelasse ao desespero dos
>>>> veículo de
>>>> > comunicação desta elite tradicional que está desesperada com a
>>>> conjuntura
>>>> > política nacional.
>>>>
>>>> --
>>>> Ricardo Bánffy
>>>> http://www.dieblinkenlights.com
>>>> http://twitter.com/rbanffy
>>>> _______________________________________________
>>>> PSL-Brasil mailing list
>>>> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
>>>> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
>>>> Regras da lista:
>>>> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>>>> SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
>>>> http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil
>>>>
>>>>
>>>>
>>>> _______________________________________________
>>>> PSL-Brasil mailing list
>>>> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
>>>> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
>>>> Regras da lista:
>>>> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>>>> SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
>>>> http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil
>>>>
>>>>
>>>
>>> _______________________________________________
>>> PSL-Brasil mailing list
>>> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
>>> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
>>> Regras da lista:
>>> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>>> SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
>>> http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil
>>>
>>>
>>
>> _______________________________________________
>> PSL-Brasil mailing list
>> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
>> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
>> Regras da lista:
>> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>> SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
>> http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil
>>
>>
>
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
> SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil
>
>
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil

Responder a