Também vale mencionar que o SourceForge reviu a aplicação estrita
desasa política há algumas semanas [1] - essencialmente voltando
atrás:

Os administradores de cada projeto agora podem escolher se seu projeto
é visível nos países do "eixo do mal" ou não (e, teoricamente, eles
assumem a responsabilidade perante  o tio Sam por essa colaboração com
o terrorismo)

[1] 
http://yro.slashdot.org/story/10/02/08/1620238/SourceForge-Removes-Blanket-Blocking

  js
  -><-

2010/2/21 Pablo Sánchez <phack...@gmail.com>:
> Não tem nada a ver com o Obama, é uma coisa que já tem não sei quantos
> anos, a única questão é que só agora a SF foi submeter-se a isso,
> muito provavelmente por algum mecanismo legal, como uma intimação
> judicial ou algo do gênero.
>
> Há um acordo internacional para proibir e exportação de tecnologia
> criptográfica para esses países, e vários projetos livres de
> criptografia podem ser encontrados no SF. Provavelmente por isso
> alguma liminar deve ter sido expedida obrigando a SF a respeitar tal
> acordo.
>
> O OpenBSD há anos já tem um aviso informando que determinados países
> não podem baixar diretamente do site do OpenBSD (mas não proibe que
> outros sites disponibilizem aos países do "eixo do mal").
>
> http://www.openbsd.org/ECL.html
>
> No caso, o OpenBSD está no Canadá, mas o Canadá assinou esse acordo
> com os EUA. Onde está o SF hospedado? Provavelmente em algum país que
> também está submetido a tal acordo.
>
> Em 21 de fevereiro de 2010 15:22, Everton Rodrigues
> <ever...@softwarelivre.org> escreveu:
>> Política de Obama...
>>
>> ---------- Mensagem encaminhada ----------
>> De: .yo. <vin...@gmail.com>
>> Data: 20 de fevereiro de 2010 21:42
>> Assunto: e esta agora? alguém sabia?
>> Para: vin...@gmail.com
>>
>>
>> http://carosamigos.terra.com.br/index_site.php?pag=materia&id=170
>>
>> Software livre não é livre para países que EUA vetam
>>
>> Por Brizola Neto
>>
>> O Sourceforge, maior biblioteca de desenvolvimento de projetos de “software
>> livre” – programas de computador que não exigem licença e são de uso
>> irrestrito – chocou os meios de informática do mundo inteiro ao bloquear o
>> acesso de internautas de acordo com as listas negras expedidas pelo governo
>> americano. São milhares de pessoas e empresas, de várias partes do mundo e
>> simplesmente todos os internautas residentes em Cuba, na Síria, Irã, Coréia
>> do Norte e no Sudão.
>> O detalhe é que o Souceforge nem sequer é proprietário dos softwares
>> desenvolvidos ou em desenvolvimento ali, cujos teóricos direitos autorais
>> pertencem a pessoas que, simplesmente usam o site como hospedeiro ou lugar
>> de aprimoramento e troca de informações sobre o desenvolvimento do software
>> que criam. Programas importantíssimos, porque são de livre uso e gratuitos.
>> Quem já precisou comprar um programa de computador legalizado sabe que os
>> preços são extorsivos.
>>
>> Ou seja, a pretexto de cumprir o embargo americano a estes países, pessoes e
>> entidades, o site trata a propriedade de terceiros como se fosse sua – e
>> produto americano – e impede o acesso a ela. No comunicado que postaram no
>> site parecem envergonhados e reconhecem os prejuízos que isso pode causar às
>> pessoas, mas dizem que não podem agir de outro modo, pelo risco de serem
>> fechados ou, até, terem seus responsáveis presos.
>>
>> Depois do comunicado, o site registra centenas de protestos de seus próprios
>> usuários cadastrados, vindos de todas as partes do mundo, inclusive o de um
>> brasileiro:
>> “Para nós, na América Latina, o Souceforge.net sempre foi um serviço
>> essencial por sua estabilidade e fácil acesso. A maioria das redes
>> latinoamericanas atravessam primeiro os Estados Unidos, assim as ligações
>> são sempre mais fáceis com vocês. Mas essa mudança de políticas é tanto um
>> movimento muito prejudicial quanto nos fazem perceber que não podemos
>> confiar mais em vocês mais, porque não compartilham os princípios do código
>> aberto e software livre. É muito triste ver técnicos muito competentes sendo
>> colocados de joelhos por interesses políticos dos quais nem eles
>> participam.”
>> Onde está a moral dos Estados Unidos para falarem em censura à internet no
>> Irã ou na China, depois disso? (http://www.tijolaco.com)
>>
>> Brizola Neto é deputado federal (PDT-RJ)
>>
>>
>> --
>> --
>> ---------------------------------------------------
>> Everton Rodrigues
>> Blog Brasil Autogestionário
>> www.brasilautogestionario.org
>> Tel: (51) 8562-9590
>> ---------------------------------------------------------
>> Outros contatos
>> ever...@softwarelivre.org
>> Jabber: volver...@jabber.org
>> GoogleTalk: evertonli...@gmail.com
>> Skype: gnueverton
>>
>> Movimento Software Livre
>> www.softwarelivre.org
>> ------------------------------------------------
>> Movimento Música para Baixar - MPB
>> www.musicaparabaixar.org.br
>>
>> _______________________________________________
>> PSL-Brasil mailing list
>> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
>> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
>> Regras da lista:
>> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
>> SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
>> http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil
>>
>>
>
>
>
> --
> =================================
> Pablo Santiago Sánchez
> Análise e Desenvolvimento de Sistemas Web
> Zend Certified Engineer #ZEND006757
> phack...@gmail.com
> (61) 9975-0883
> http://www.sansis.com.br
> http://www.corephp.com.br
> "Quidquid latine dictum sit, altum viditur"
> =================================
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
> SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil
>
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil

Responder a