"E ninguém respondeu a pergunta: e se, daqui a 5 anos, a iniciativa
privada consegue dar a essas populações banda-larga? A estatal fecha?
Privatiza-se? O dinheiro torrado, volta aos cofres públicos para ser
usado, desta vez de forma sensata?"

Espera-se 5 anos então?

E se os calouros 2010, das universidades públicas, daqui a 5 anos largarem
os estudos??

Existe um lance de Educação a Distância, que pode beneficiar o cidadão que
resolveu morar no meio da selva, ou escolheu ser um ribeirinho, ou
descendente dos antigos donos dessa terra(os indios moravam aqui antes de
nós não?)..
Enfim...


Em 22 de fevereiro de 2010 21:46, Ricardo Bánffy <rban...@gmail.com>escreveu:

> On Monday, February 22, 2010, Thiago Harry <thiagoha...@riseup.net> wrote:
>
> > Aí você não merece nada. Encare as conseqüências da sua escolha. Mas se
> um
> > grande número de pessoas for morar em alto mar e esteja trabalhando e
> > produzindo riqueza para o país, de modo que não fôsse possível fazer a
> > mesma coisa em terra-firme, elas mereceriam assistência sim.
>
> Sendo breve por estar em um dispositivo móvel, quem você pensa que é
> para julgar o valor do meu trabalho? Minha cidadania tem valor
> proporcional à riqueza que eu gero?
>
> > Quando você estiver almoçando ou jantando, lembre-se de que é provável
> que
> > o alimento tenha sido produzido por pequenos agricultores, talvez em
> > modelo de agricultura familiar, que vivem em regiões afastadas e não
> > recebem os mesmos benefícios que nós, moradores urbanos. Procure por algo
> > feito de borracha em sua casa. Ela foi extraída por trabalhadores que
> > estão morando em uma área bem remota e provavelmente não tem assistência
> > adeqüada.
>
> Vamos então correr e gastar os tubos com eles, porque, afinal, quem
> precisa de estrada, hospital e escola se tem Orkut e banda-larga?
>
> > Outra coisa: se ao invés da estatal, fôsse uma empresa privada de
> > telefonia quem levasse o serviço para elas... Também não seria com o
> > dinheiro de todos nós? De onde mais elas tirariam o dinheiro? Por que a
> > reclamação?
>
> Porque a empresa privada teria a preocupação de fazer pelo mínimo de
> dinheiro possível. Isso é quase o oposto do que se vê quando falamos
> em estatais.
>
> E ninguém respondeu a pergunta: e se, daqui a 5 anos, a iniciativa
> privada consegue dar a essas populações banda-larga? A estatal fecha?
> Privatiza-se? O dinheiro torrado, volta aos cofres públicos para ser
> usado, desta vez de forma sensata?
>
> Essa coisa toda parece delírio megalaníaco dos generais que comandavam
> o Brasil quando eu era moleque.
>
> > ----------------
> > "Sem um fim social, o saber é a maior das futilidades."
> > ----------------
>
> Ainda assim, a ausência dele é ainda pior.
>
>
>
> --
> Ricardo Bánffy
> http://www.dieblinkenlights.com
> http://twitter.com/rbanffy
> _______________________________________________
> PSL-Brasil mailing list
> PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
> Regras da lista:
> http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
> SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
> http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil
>



-- 
Alex Barros
Engenharia da Computação
UFPa
_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil

Responder a