On Wed, 2010-02-24 at 23:25 -0300, Thiago Harry wrote:
> > Estar imune a toda e qualquer pressão evolutiva não é um jeito muito
> > eficiente de evoluir.
> 
> Banffy, acredite, eu concordo com a maior parte das suas críticas às
> empresas estatais - apesar de eu criticar tanto as privatizações. Apesar
> de eu não concordar com o modelo de empresas privadas administrando
> recursos estratégicos, não acho que as coisas como estão são as ideais. E
> a antiga estatal de telefonia realmente não tinha um bom funcionamento. Eu
> ainda lembro dos consórcios dos quais minha família participava para
> tentar conseguir um telefone.
> 
> A "pressão evolutiva" é algo importante sim. Mas não seria possível criar
> mecanismos que gerassem esta pressão em empresas estatais? E se a
> população pudesse eleger diretamente a direção de uma estatal? E se eles
> pudessem ser depostos caso o número de reclamações fôsse muito alto? E se
> elas fôssem estatais democráticas e transparentes - como o estado
> realmente deveria ser? Não valeria à pena brigar por isso?

Depôr direção não adianta quando o problema está embaixo. Pra voltar no
exemplo que tanto discutimos, eu não tenho o menor problema com a
direção atual da DATAPREV. Eu não acho que eles fizeram tudo certo, mas
os maiores problemas da empresa com relação a eficiência foram gerados
durante os anos. Pra resolver mesmo, provavelmente teria que demitir o
pessoal que não trabalha, que caiu lá de pára-quedas, etc. Eles tentaram
mudar o plano de cargos e salários, pra promover alguma meritocracia.
Foi um começo, mas longe de ser o ideal.

Eu acho que a primeira coisa que tem que se fazer diferente pra uma
estatal/empresa de capital misto dar certo é mudar o concurso. As provas
mal elaboradas cobram decoreba e deixam passar gente que não é nem um
pouco produtiva pra empresa. Agora, mesmo quando passa alguém bom, mas
que não quer trabalhar, e aí? Só porque é uma estatal tem que segurar
essa pessoa lá pro resto da vida? Aí nunca vai ser tão bom como uma
empresa privada.

> Será que um modelo assim não seria superior ao de uma empresa privada?
> Haveria pressão evolutiva. E essa pressão evolutiva seria justamente na
> direção de fornecer um bom serviço para a população, e não no sentido de
> aumentar o lucro da diretoria e dos acionistas. Coisa que não seria
> possível em uma empresa privada.

Pressão evolutiva em cima de 5 não adianta. Essas pessoas já sofrem
pressões. Os funcionários públicos é que não sofrem.

> Só porque as estatas atualmente tem problemas, não quer dizer que sempre
> vão ter. É preciso distinguir o que são problemas conjunturais
> (superáveis) e o que são problemas endêmicos (intrínsecos) à este tipo de
> organização.

Provavelmente dá pra melhorar sim. Mas pra melhorar de verdade só
mexendo em vários benefícios. Isso daria muito mais trabalho do que
outras soluções, mas eu ficaria muito feliz se conseguissem mexer nos
benefícios de todas as estatais que já existem.

Um abraço,

Luciana Fujii

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil

Responder a