On 09:04 Fri 14 Oct     , Adonay Felipe Nogueira wrote:
Concordo que o FreeBSD possui uma licença de software livre, mas nesse
caso (como foi anunciado pela primeira mensagem com este assunto)
fala-se da distribuição em si, não da licença.

A licença FreeBSD é sim uma licença de software livre, e neste ponto
todos concordamos.

Porém, como o assunto é o anúncio do lançamento da nova versão da
distribuição de sistemas chamada FreeBSD, e como assume-se que esta não
é livre (pois as versões anteriores também não eram), são necessárias as
observações que mencionei.

O problema é que não existe uma "distribuição de sistema" diferente do FreeBSD
em si, uma confusão muito comum para quem está acostumado no mundo Linux.

Diferente do kernel Linux que pode ser distribuído com vários userlands
diferentes (embrulhado em software, por isso o nome "distribuição de software"),
o kernel FreeBSD é distribuído com o userland FreeBSD e tudo isso é um único
projeto, todo licenciado com a mesma licença FreeBSD (BSD 2-cláusulas).

Enquanto o Linux por si é só um kernel, o FreeBSD já é um SO completo.

(Há projetos utilizando parte do kernel do FreeBSD sem seu userland, mas são
forks à parte do FreeBSD em si - o FreeBSD publica um só conjunto contendo
kernel e userland.)

Então quem diz que FreeBSD não é uma distribuição livre está correto, porque
mesmo se seguisse às normas de distribuição de Linux "livres" ainda não seria
uma "distribuição". O FreeBSD não é uma distribuição (no sentido de "Linux
distro") da mesma forma que não é um carro.

Dessa forma, quem quer avaliar se o FreeBSD é livre ou não, basta ver a licença
utilizada quando o software é publicado:

https://svnweb.freebsd.org/base/release/11.0.1/COPYRIGHT?view=markup

Ainda respondendo ao Sr. Eckhardt: O movimento do software livre não
está interessado em controlar o que fazemos privadamente, mas sim o que
deixamos transparecer ao público, apesar de que, algumas atitudes
privadas podem transparecer ao público, deixando nossos esforços ainda
mais difíceis (vejam exemplos na seção "Exemplos de situações
complexas").

Infelizmente essa frase não representa a maioria esmagadora das pesoas que
conheço que desenvolvem, divulgam e defendem software livre. Para essas
o que cada um deixa transparecer não interessa - a única coisa que importa é
a licença do software que se distribui. Por isso não levo a sério quando
afirma "o movimento do software livre" como se fosse uma posição comum entre
todos.

É importante notar ainda que existe maior rigorosidade nos critérios de
aceitação para que uma distribuição de sistema seja considerada como
livre do que para que um software seja considerado como tal.

Entendo isso e é, a meu ver, mais uma consequência da miopia resultante em
se focar unica e exclusivamente em sistemas baseados no kernel Linux. Para
muitos outros sistemas, o conceito de "distribuição" é indistinguível de
"um software", logo a afirmação não faz sentido.

Abraços!
--
Rodolpho Eckhardt
<r...@lpho.de>
http://rodo.lpho.de
_______________________________________________
psl-brasil mailing list
psl-brasil@listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://wiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil

Responder a