OK, então a unidade experimental são larvas e o desfecho são as que morrem
(ou o oposto as que morrem), portanto há no meu entender por essa nova
informação apenas uma variável dependente, correto?


2018-02-11 16:07 GMT-02:00 Maurício Lordêlo via R-br <
r-br@listas.c3sl.ufpr.br>:

>
> Fiz os questionamentos que surgiram aqui à pesquisadora.  Desculpem, mas
> houve uma falha por parte dela.
>
>
> Resposta da pesquisadora:
>
> *"Ajeitei essa descrição errada nessa ultima planilha que lhe enviei...*
>
> *Entre as 10 larvas da repetição contabilizei as larvas que viraram pupas
> e as que morreram"*
>
> Sendo assim, substitua o termo "pupas inviáveis" por "pupas formadas"
>
>
> Em 11 de fevereiro de 2018 09:24, Jasmine Moreira <
> jasmine.moreira.2...@gmail.com> escreveu:
>
>> Maurício,
>>
>> As mesmas larvas e pupas foram expostas sucessivamente aos diferentes
>> tratamentos?
>>
>>
>>
>> Em 11 de fev de 2018, à(s) 10:11, Rafael Pertille via R-br <
>> r-br@listas.c3sl.ufpr.br> escreveu:
>>
>> Para um experimento de um colega meu, bem parecido com esse, porém apenas
>> com larvas, foi realizado uma análise de regressão para cada tratamento,
>> demonstrando o efeito nas larvas expostas aos tratamentos. Dá pra fazer
>> velocidade de mortalidade e comparar as curvas de cada tratamento.
>>
>> Em 10 de fevereiro de 2018 22:18, Maurício Lordêlo via R-br <
>> r-br@listas.c3sl.ufpr.br> escreveu:
>>
>>> Caro Cesar,
>>> Este foi um experimento realizado sem um planejamento adequado (mais um
>>> que me deparo!). Estou tentando encontrar uma análise apropriada, quando o
>>> correto era já saber qual análise a ser realizada no planejamento.
>>> Pelo que entendi da pesquisadora, ela quer avaliar o efeito tratamento X
>>> tempo para estas duas variáveis separadamente, cujas respostas (de
>>> contagem) foram feitas na mesma unidade experimental.
>>> Não sei se respondi seu questionamento.
>>>
>>>
>>> Em 10 de fevereiro de 2018 20:51, Cesar Rabak <cesar.ra...@gmail.com>
>>> escreveu:
>>>
>>>> Só para testar meu entendimento, as pupas e as larvas são objetos
>>>> *diferentes*, então formalmente poder-se-ia dizer que foram dois
>>>> experimentos feitos "em paralelo", correto?
>>>>
>>>>
>>>>
>>>> 2018-02-10 20:06 GMT-02:00 Maurício Lordêlo via R-br <
>>>> r-br@listas.c3sl.ufpr.br>:
>>>>
>>>>> Caros,
>>>>> Foi realizado um experimento para avaliar o efeito de oito
>>>>> diferentes tratamentos na mortalidade de insetos (foram duas variáveis
>>>>> respostas).
>>>>> O pesquisador colocou em cada unidade experimental 10 larvas
>>>>> e registrou o número de larvas mortas e de pupas inviáveis
>>>>> em quatro diferentes tempos sendo cinco repetições.
>>>>> Este registro no tempo não foi feito de forma independente e sim de
>>>>> forma acumulada.
>>>>> Ou seja, se o número de mortos no tempo t1 é igual 2 e no tempo t2
>>>>> é igual a 5, indica entre t1 e t2 "morreram" 3 insetos (na mesma
>>>>> unidade experimental) .
>>>>> O objetivo é avaliar o efeito do tratamento e do tempo.
>>>>> Como não há independência do tempo, alguém tem alguma sugestão de como
>>>>> analisar estes dados?
>>>>>
>>>>> rm(list = ls(all=TRUE))
>>>>> #Tratamentos
>>>>> trat = as.factor(c(rep("Trat1",20),rep("Trat2",20),
>>>>> rep("Trat3",20),rep("Trat4",20),rep("Trat5",20),
>>>>> rep("Trat6",20),rep("Trat7",20),rep("Trat8",20)))
>>>>>
>>>>> #Tempo
>>>>> tempo = as.factor(rep(c("t1","t2","t3","t4"), each = 5, times =8))
>>>>>
>>>>> #Número total de larvas em cada unidade experimental
>>>>> n_total_larvas= rep(10,160)
>>>>>
>>>>> #Número de larvas mortas
>>>>> n_larvas_mortas = c(0, 0, 0, 0, 0, 0, 0, 0, 0, 0, 0, 1, 1, 3, 0, 0, 1,
>>>>> 1, 3, 0, 3, 0, 0, 0, 0, 3, 1, 1,
>>>>>                     1, 1, 5, 3, 1, 2, 2, 5, 3, 3, 4, 3, 0, 1, 0, 0, 0,
>>>>> 0, 2, 1, 2, 1, 0, 4, 1, 2, 1, 4,
>>>>>                     4, 2, 2, 2, 0, 0, 1, 1, 0, 0, 0, 1, 2, 0, 2, 2, 1,
>>>>> 2, 0, 2, 3, 2, 2, 4, 0, 0, 0, 0,
>>>>>                     0, 0, 0, 1, 0, 0, 0, 2, 1, 1, 0, 0, 2, 1, 1, 0, 0,
>>>>> 1, 1, 1, 1, 0, 3, 1, 2, 1, 0, 3,
>>>>>                     1, 2, 2, 1, 3, 1, 3, 2, 0, 0, 1, 0, 1, 0, 0, 1, 0,
>>>>> 1, 0, 1, 2, 0, 1, 0, 1, 3, 0, 1,
>>>>>                     8, 8, 7, 9, 8, 8, 8, 7, 9, 8, 8, 9, 7, 9, 8, 8, 9,
>>>>> 7, 9, 8)
>>>>> #Número de pupas inviáveis
>>>>> n_pupas_inv = c(3,  4,  3,  6,  1,  3,  8,  6,  6,  1, 10,  9,  9,
>>>>> 4,  6, 10,  9, 9,  7, 10,  0,  0,
>>>>>                 0,  0,  0,  0,  0,  0,  1,  0,  5,  7,  4,  6,  5,
>>>>> 5,  7,  7,  6, 7,  2,  1,  0,  2,
>>>>>                 0,  2,  4,  2,  5,  1,  4,  4,  2,  6,  7,  6,  6,
>>>>> 8,  6,  8,  0,  3,  0,  2, 0,  4,
>>>>>                 5,  0,  4,  3,  7,  6,  5,  5,  5,  8,  7,  7,  8,
>>>>> 5,  1,  0,  2,  6,  0,  3,  3,  2,
>>>>>                 9,  9,  6,  7,  7,  9,  9, 10,  8,  9,  9, 10,  0,
>>>>> 1,  0,  0,  0,  5,  4,  3,  2,  3,
>>>>>                 9,  7,  8,  4,  7,  9,  7,  9,  6,  7,  1,  2,  0,
>>>>> 0,  1,  6,  8,  2,  2,  1, 10,  8,
>>>>>                 6,  9,  6, 10,  9,  7, 10,  8,  2,  1,  1,  0,  0,
>>>>> 2,  1,  3,  1,  1,  2,  1,  3,  1,
>>>>>                 2,  2,  1,  3,  1,  2)
>>>>>
>>>>> p_larvas_mortas = n_larvas_mortas/n_total_larvas
>>>>> table(p_larvas_mortas)
>>>>> p_pupas_inv = n_pupas_inv/n_total_larvas
>>>>> table(p_pupas_inv)
>>>>> dados_larvas = data.frame(trat, tempo, n_total_larvas,
>>>>> n_larvas_mortas,n_pupas_inv,p_larvas_mortas,p_pupas_inv)
>>>>> str(dados_larvas)
>>>>> tapply(p_larvas_mortas, list(trat, tempo), mean, na.rm=T)
>>>>>
>>>>>
>>>>> _______________________________________________
>>>>> R-br mailing list
>>>>> R-br@listas.c3sl.ufpr.br
>>>>> https://listas.inf.ufpr.br/cgi-bin/mailman/listinfo/r-br
>>>>> Leia o guia de postagem (http://www.leg.ufpr.br/r-br-guia) e forneça
>>>>> código mínimo reproduzível.
>>>>>
>>>>
>>>>
>>>
>>> _______________________________________________
>>> R-br mailing list
>>> R-br@listas.c3sl.ufpr.br
>>> https://listas.inf.ufpr.br/cgi-bin/mailman/listinfo/r-br
>>> Leia o guia de postagem (http://www.leg.ufpr.br/r-br-guia) e forneça
>>> código mínimo reproduzível.
>>>
>>
>>
>>
>> --
>> *Rafael Henrique Pertille*
>> Técnico em Agropecuária
>> Acadêmico de Agronomia - UTFPR Campus Pato Branco
>> (46) 99770049 <(46)%209977-0049>
>> _______________________________________________
>> R-br mailing list
>> R-br@listas.c3sl.ufpr.br
>> https://listas.inf.ufpr.br/cgi-bin/mailman/listinfo/r-br
>> Leia o guia de postagem (http://www.leg.ufpr.br/r-br-guia) e forneça
>> código mínimo reproduzível.
>>
>>
>>
>
> _______________________________________________
> R-br mailing list
> R-br@listas.c3sl.ufpr.br
> https://listas.inf.ufpr.br/cgi-bin/mailman/listinfo/r-br
> Leia o guia de postagem (http://www.leg.ufpr.br/r-br-guia) e forneça
> código mínimo reproduzível.
>
_______________________________________________
R-br mailing list
R-br@listas.c3sl.ufpr.br
https://listas.inf.ufpr.br/cgi-bin/mailman/listinfo/r-br
Leia o guia de postagem (http://www.leg.ufpr.br/r-br-guia) e forne�a c�digo 
m�nimo reproduz�vel.

Responder a