Sem dúvida, Francisco, a CPMI do Mensalão é a super-chapa-branca como eu já 
tinha escrito aqui dias atrás.

Me impressionou muito mal quando vi o Relator Abi-pedras-preciosas-Ackel, na reunião 
inaugural, intimidando todos os membros sugerindo que "ele também poderia encontrar 
um papelzinho no meio de tudo que pudesse comprometer qualquer outro membro da 
comissão", e na segunda reunião quando cortava o depoimento sempre que se dirigia 
para apontar os corruptores (eventuais doadores de recursos) alegando que o foco da CPI 
seria denunciar eventuais deputados que receberam mensalão.

Logo ví que desta comissão não se pode esperar boa coisa. O relator é membro de 
um partido acusado de receber mensalão e o presidente é ex-ministro do Lula.

Amílcar


Francisco Jose escreveu:
Essa operação já deu resultados na comissão de Amir Lando. As oposições por falta de articulação enguliram uma encenação articulada entre os representantes do PT (Senador Sibá inclusive), o Relator e Waldemar da Costa Neto no sentido de desclassificar o Roberto Jeferson e dizer que não existiu mensalão. As oposições estão se dedicando mais à CPI dos correios e negligenciando a importância da do Mensalão onde o PT pinta e borda. O vicepresidente dela ~já cometeu abusos e teve que ser afastado. E já está divulgado na imprensa que o relator vai concluir que nunca houve mensalão, que foi invenção de roberto Jeferson e que que Waldemar da Costa Neto foi umas pobre vítima de Jeferson. É um escândalo. Assistam a CPI do Mensalão e vejam que todos os petistas são dissimuladores e perigosos. Os petistas são iguais aos cães Dingos na caça. Não sei se vocês conhecem os cães dingos, mas eles trabalham numa coordenação e negaciação impecável e conseguem com isso abater animais muito maiores do que êles. Todo petista é igual, só muda o gráu e a escolha da trincheira de luta. Um petista que está aparentemente afastado do partido não perde uma oportunidade para ajudar o PT a sair de uma enrascada, sacrificando a verdade, aproveitando-se de sua posição. Onde eles estão estão atuando.

F. Santana.

----- Original Message ----- From: "Amilcar Brunazo Filho" <[EMAIL PROTECTED]>
To: "Fórum do Voto Eletrônico" <voto-eletronico@pipeline.iron.com.br>
Sent: Thursday, August 25, 2005 1:34 PM
Subject: [VotoEletronico] [Fwd: Novidades Tbrasil]




-------- Mensagem Original --------
Assunto: Novidades Tbrasil
Data: 25 Aug 2005 09:28:59 -0300
De: <[EMAIL PROTECTED]>

<http://www.transparencia.org.br>

Transparência Brasil alerta Comissões de Inquérito para risco de sucumbirem a "operação abafa"

<http://www.transparencia.org.br>

A Transparência Brasil protocolou na data de hoje ofício dirigido aos presidentes das Comissões Parlamentares Mistas de Inquérito dos Correios e da Compra de Votos, respectivamente senadores Delcídio Amaral e Amir Lando, e ao presidente da Comissão de Ética da Câmara dos Deputados, Ricardo Izar, em que alerta para o risco de as investigações em curso perderem o foco da corrupção e "comprarem" as versões convenientes de que tudo não passaria de deslizes eleitorais. Se permitirem que a "operação abafa" prospere, isso equivalerá a aceitar a imputação de que todos os políticos são corruptos. Veja a íntegra do ofício: <http://www.transparencia.org.br>

     Exmos. Srs.
     Senador Delcidio Amaral, presidente da Comissão Parlamentar Mista
     de Inquérito dos Correios
     Senador Amir Lando, presidente da Comissão Parlamentar Mista de
     Inquérito da Compra de Votos
     Deputado Ricardo Izar, presidente da Comissão de Ética da Câmara
     dos Deputados

     São Paulo, 25 de agosto de 2005

     Prezados senhores:

     Dirijo-me a Vv. Excias. por delegação do Conselho Deliberativo da
     Transparência Brasil para levar-lhes preocupações desta entidade
     em relação aos rumos dos trabalhos das Comissões presididas por
     Vv. Excias. em vista de insistentes e uníssonas alegações partidas
     de indivíduos suspeitos de irregularidades no âmbito dos
     escândalos que prendem a atenção do país.

     Nossas preocupações manifestam-se em duas vertentes, as quais
     abordarei na seqüência.

     <http://www.transparencia.org.br>
        1. A primeira vertente concerne a origem dos recursos que
           alimentaram o chamado “valerioduto”. Como é óbvio, tais
           recursos se originaram de algum lugar. Embora não se possa
           descartar de plano a hipótese de que talvez tenham sido
           oferecidos magnanimamente por empresas privadas que
           prefeririam permanecer no anonimato (hipótese essa que, de
           todo modo, implicaria delitos de natureza tributária e/ou
           crimes financeiros), tal conjectura é por todos os títulos
           implausível. É muito mais provável que esses recursos
           tivessem correspondido a subornos pagos pela obtenção de
           vantagens conseguidas em transações ilícitas com o Estado.
           Em nosso entender, levantar os alimentadores de propinodutos
           constituiria um dos principais deveres das Comissões
           presididas por Vv. Excias.

           <http://www.transparencia.org.br>
        2. A segunda vertente se refere à alegação fácil, externada
           pela totalidade dos suspeitos, de que os dinheiros que
           manipularam teriam sido destinados a pagamento de dívidas
           eleitorais. A valer tal alegação, seria minimamente exigível
           que os indivíduos acusados apresentassem os nomes e CNPJs
           das empresas fornecedoras que teriam sido beneficiárias dos
           pagamentos em questão. No entanto, até agora um único desses
           beneficiários foi dado à luz (uma certa empresa de marketing
           eleitoral). É outra vez evidente que, caso esses
           fornecedores venham a ser identificados, estarão eles
           sujeitos a penalidades devidas por delitos tributários,
           fiscais etc.

           Nem isso, porém, ocorrerá, caso continue a se aceitar sem
           discussão a alegação dos suspeitos. E por que, exatamente,
           se aceita como final essa desculpa conveniente? Por que
           acreditar em histórias inverificáveis alegadas por acusados
           de atos criminosos? Afinal, senhores presidentes, um
           montante qualquer retirado de algum propinoduto e
           pretensamente usado para pagar fornecedores de campanha na
           verdade pode ter sido empregado, por exemplo, para adquirir
           terreno na ilha de Bali, para entesouramento ou para
           qualquer outro fim que a imaginação contemple. Aceitar-se
           sem maiores questionamentos a desculpa das dívidas
           eleitorais equivale a desistir de investigar a corrupção.

           No que tange as práticas políticas, equivale também a
           aceitar que corrupção com finalidade eleitoral seria menos
           grave do que outras corrupções, com a inevitável
           conseqüência da extensão, à totalidade dos políticos (pois
           se afirma que “todo mundo faz”), da pecha de corruptos - o
           que, decerto, seria inaceitável.
           <http://www.transparencia.org.br>

     Nunca é demais frisar, senhores presidentes, que os ilícitos de
     que tratam as Comissões sob a responsabilidade de Vv. Excias. não
     constituem simples “erros” ou “falhas”, mas crimes.

     Acreditamos, senhores presidentes, que de um lado a busca dos
     fornecedores de dinheiro ilícito e de outro a rejeição do
     subterfúgio eleitoral apresentado pelos beneficiários devam
     constituir prioridades absolutas dos trabalhos das três Comissões,
     e é nesse sentido que instamos Vv. Excias. a agirem.

     Agradecendo a atenção, despeço-me,

     Atenciosamente,

     Claudio Weber Abramo
     Diretor executivo <http://www.transparencia.org.br>

______________________________________________________________
O texto acima e' de inteira e exclusiva responsabilidade de seu
autor, conforme identificado no campo "remetente", e nao
representa necessariamente o ponto de vista do Forum do Voto-E

O Forum do Voto-E visa debater a confibilidade dos sistemas
eleitorais informatizados, em especial o brasileiro, e dos
sistemas de assinatura digital e infraestrutura de chaves publicas.
__________________________________________________
Pagina, Jornal e Forum do Voto Eletronico
       http://www.votoseguro.org
__________________________________________________

Esta mensagem foi verificada pelo E-mail Protegido Terra.
Scan engine: McAfee VirusScan / Atualizado em 25/08/2005 / Verso: 4.4.00/4567
Proteja o seu e-mail Terra: http://mail.terra.com.br/


__________ NOD32 1.1200 (20050823) Information __________

This message was checked by NOD32 antivirus system.
http://www.nod32.com



______________________________________________________________
O texto acima e' de inteira e exclusiva responsabilidade de seu
autor, conforme identificado no campo "remetente", e nao
representa necessariamente o ponto de vista do Forum do Voto-E

O Forum do Voto-E visa debater a confibilidade dos sistemas
eleitorais informatizados, em especial o brasileiro, e dos
sistemas de assinatura digital e infraestrutura de chaves publicas.
__________________________________________________
Pagina, Jornal e Forum do Voto Eletronico
       http://www.votoseguro.org
__________________________________________________

______________________________________________________________
O texto acima e' de inteira e exclusiva responsabilidade de seu
autor, conforme identificado no campo "remetente", e nao
representa necessariamente o ponto de vista do Forum do Voto-E

O Forum do Voto-E visa debater a confibilidade dos sistemas
eleitorais informatizados, em especial o brasileiro, e dos
sistemas de assinatura digital e infraestrutura de chaves publicas.
__________________________________________________
Pagina, Jornal e Forum do Voto Eletronico
       http://www.votoseguro.org
__________________________________________________

Responder a