O Juliano Spyer, copiado nesse email, tem algumas observações muito
interessantes com relação a discussão sobre uma adequação da Wikipédia
lusófona a um contexno não anglófono.

Um dia desses saímos por São Paulo de trem e, quando próximos ao Pico
do Jaraguá, onde temos índios guaranis, ele deu a idéia de irmos lá
fazer um mutirões de edição da Wikipédia e registrar material cultural
- levaríamos uma combi, câmeras e computadores com 3g. Ficamos
pensando que muita dessa informação não poderia entrar na Wikipédia -
muita poderia também.

Vejam o trabalho do Achal
<http://en.wikipedia.org/wiki/Achal_Prabhala> em "Pessoas são
conhecimento" (acho que existe legenda em português)

http://en.wikipedia.org/wiki/Wikipedia:Wikipedia_Signpost/2011-07-25/News_and_notes

http://en.wikipedia.org/wiki/File:People-are-Knowledge.ogv

Conhecemos o Achal na Wikimania de Gdańsk, vale muito a pena falarem
com ele, se se interessarem pelo assunto.

Juliano, veja abaixo os comentários do Abdo e do Castelo.

Abraços,

Tom

2012/4/14 Castelo Branco <michelcastelobra...@gmail.com>:
> É interessante essa citação do conhecimento tradicional por fontes orais
> porque estou por dentro desse debate, mas o que estou explicando, na mesma
> linha do Abdo, é como funciona atualmente.
>
> Deveria ser assim? Eu acho que não, mas só isso não basta, é preciso
> apresentar uma solução que leve em consideração os princípios do projeto. Em
> minha opinião, que o Abdo já conhece, isso se faz por separar o tipo de
> conteúdo nos diversos projetos. E o conteúdo original (aquele baseado nas
> fontes orais) estariam na Wikinotícias (se em forma de entrevista, matéria
> fria ou cobertura de evento) ou na Wikiversidade (se em forma de pesquisa).
> A partir daí, e se houver um processo que cumpra os requisitos exigidos às
> outras fontes, o conteúdo poderia ser utilizado na Wikipédia.
>
> Acho, portanto, que a falha do Oral Citations Project, até aqui, é insistir
> pela inclusão deste tipo de conteúdo diretamente na Wikipédia, como também
> sugeriu o Marco aqui, o que bate de frente com os pilares daquele projeto.
>
> Deveria haver um artigo sobre este software livre? E sobre uma técnica de
> grafismo ou rito de um povo indígena que nunca foi documentado? Acho que
> sim. Mas pelas regras atuais, ele seria eliminado por não ter cobertura de
> fontes fiáveis, e essas regras não devem mudar. Podemos publicar o material
> e ser a própria fonte? Acho que sim, e neste caso via Wikinotícias. Mas isso
> não vale atualmente, embora possa mais facilmente ser aceito, e é o que
> estou propondo.
>
> Tive uma conversa interessante com o pessoal do Museu do Índio, justamente
> para dar início a isso, e coincidentemente no mesmo tema que o Marco sugeriu
> aqui. Acredito que vai dar muito certo.
>
> CB
>
> Em 13 de abril de 2012 19:51, Alexandre Hannud Abdo <a...@member.fsf.org>
> escreveu:
>
>> On 13-04-2012 11:11, Marco Aureliopc wrote:
>> > O repetido o termo livre que coloco, tem haver com o termo inglês
>> > FREEDOM, ou seja liberdade e
>> >
>> > http://pt.wikipedia.org/wiki/Cultura_livre .Também ha o conhecimento
>> > popular e das tribos, cujo as únicas fontes são passadas de forma oral,
>> > de acordo o que você diz  a Wiki não é lugar, para  os povos com seu
>> > conhecimento oral e tradicional por que não tem  relevância nem fontes.
>> > São os pequenos como eu fiz, quando era IP sem muita wikificação, que as
>> > pessoas começão na Wiki, com o tempo elas vão se aprofundando  e
>> > melhorando seus artigos. Mas quando seus artigos iniciais são eliminados
>> > pode ter certeza, elas nunca mais vão voltar  a editar.
>> >
>>
>> Marco, nesse caso você está enganado na interpretação, mesmo que certo
>> nas afirmações.
>>
>> O Livre do Software Livre de fato vem de liberdade, assim como o livre
>> da Wikipédia.
>>
>> E, como observou o Castelo, essa liberdade reflete-se mais visivelmente
>> nas licenças, que são um dos mecanismos necessários para garantí-la,
>> ainda que não o único.
>>
>> Mas essa liberdade não significa que a wikipédia deve servir ao fim que
>> te interesse, assim como não significa que você possa decidir quais
>> drivers vão entrar na próxima versão do kernel linux.
>>
>> Ela significa, sim, que você é livre para clonar a Wikipédia e criar sua
>> própria enciclopédia, onde as regras você decide.
>>
>> Da mesma forma, você pode clonar o kernel Linux e fazer um kernel onde
>> você escolhe os drivers que entram.
>>
>> No caso da Wikipédia - assim como no caso do Linux - a versão clonada
>> perde o papel de referência universal, pois se você montar a Marcopédia
>> a princípio ninguém irá usá-la.
>>
>> Por isso, ocorre uma disputa de controle da Wikipédia "original".
>>
>> Para resolver isso, há todo o processo de gestão democrática da wiki,
>> baseado no consenso e na formulação de políticas pela comunidade - assim
>> como existe uma política de gestão para o kernel Linux.
>>
>> As políticas decididas na Wikipédia Lusófona, atualmente, implicam que a
>> permanência do artigo que você criou não é garantida.
>>
>> Você pode querer mudar essa política, e tem o direito de propôr mudanças
>> e convencer os demais.
>>
>> Mas querer impor sua própria visão dela como se fosse "o certo" ou "o
>> livre" é ser um ditador, tanto quanto alguém querer deletar um artigo
>> sem consultar a comunidade - o que, veja, não ocorreu.
>>
>> No caso do artigo deletado, a comunidade foi consultada e entendeu,
>> coletivamente, que manter aquele artigo ali não era adequado às
>> políticas decididas por todos.
>>
>> Por mais estranho que isso pareça, esse procedimento é uma das formas de
>> promover, e não restringir, a liberdade de todos.
>>
>> Gerir um bem coletivo não é fácil, se fôsse não teríamos fome nem
>> guerras no mundo.
>>
>> Pessoalmente, eu acho que as políticas de relevância são bastante míopes
>> com relação a softwares livres, onde não há problema algum em tomar o
>> site do próprio projeto como referência, pois qualquer um pode baixar o
>> software e testar se a afirmação é verdadeira.
>>
>> Mas isso, agora, é minha opinião pessoal, e para tornar-se uma política
>> deve ser proposto, argumentado e aceito pela comunidade.
>>
>> Até lá, eu devo entender que não sou o dono da verdade, até porque a
>> Wikipédia não é uma fonte de verdade, mas uma lente escolhida a partir
>> de acordos entre cidadãos.
>>
>> O mesmo aplica-se aos conhecimentos tradicionais.
>>
>> Pode ser que algum dia encontre-se uma proposta boa o suficiente para
>> incorporá-los ao sistema de qualidade da Wikipédia, mas até lá, querer
>> impor conhecimentos tradicionais à proposta da Wikipédia é como querer
>> obrigar a comunidade que desenvolve o kernel Linux a incorporar à sua
>> versão oficial um novo subsistema, ignorando que que todos os outros
>> desenvolvedores concordam que esse subsistema deixaria o kernel
>> vulnerável a inúmeras falhas de segurança.
>>
>> Abraços,
>> l
>> e
>>
>> _______________________________________________
>> WikimediaBR-l mailing list
>> WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
>> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l
>
>
>
> _______________________________________________
> WikimediaBR-l mailing list
> WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l
>



-- 
Everton Zanella Alvarenga (also Tom)
Wikimedia Brasil
Wikimedia Foundation

_______________________________________________
WikimediaBR-l mailing list
WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l

Responder a