Para o conhecimento de todos: passei email ao Fábio, da Google, com o link
para a página da Wiki e com os contatos dos 2 voluntários que se
interessaram até agora.

Sugeri aumento do tempo do programa, fazendo 2 blocos de meia hora, e a
bola agora está no colo deles.

Abs!

2012/12/14 Oona Castro <ocas...@wikimedia.org>

> Quem forçou indicação, meu deus??!! Rodrigo, na boa, tinha a pergunta na
> wiki perguntando quem tinha interesse (ou seja, quem se voluntariava). Nada
> se repetiu: eu publiquei na Wikimedia Brasil, publiquei aqui, com link pra
> lá e - sim - continuo achando que as coisas não se excluem (as pessoas se
> voluntariarem e sugerirem outros nomes - e se agora isso for proibido,
> pelamor...)
> Não seja teimoso, por favor. Vc viu que estava lá a pergunta. Não vamos
> ficar aqui tentando cada um provar seu ponto.
> Eu parei.
> Da próxima vez, te passo o convite e vc vê como é melhor articular com a
> comunidade. Pode ser?
>
>
>
>
>
> 2012/12/14 Rodrigo Tetsuo Argenton <rodrigo.argen...@gmail.com>
>
>> E você é a prova cabal disso Everton.
>>
>> Voltando, foi basicamente o mesmo erro que da vez passada e se repetiu,
>> eu até mudei o tom do último email, pois alguns ficaram melindrados.
>>
>> Não, não é isso, se acho que devemos participar é uma coisa, que não
>> força ninguém a nada, você disse que teria coisas por fazer, imagine se
>> todo mundo falar que você deve ir... você vai deixar de fazer coisas que
>> tem que fazer, ou a opinião de todos não valerá, então para que forçar
>> indicações, se podemos deixar aberto para as pessoas se voluntariarem?
>>
>> Era um absorva se quiser, já que não querem ouvir, vou largar vocês,
>> cansei.
>>
>>
>>
>> 2012/12/14 Oona Castro <ocas...@wikimedia.org>
>>
>>> Rodrigo,
>>> entendo o "se tiver quem queira fazer vá lá e faz".
>>> Mas tb entendo que vocês poderiam ter questões em relação à agenda
>>> política do Google sobre esse assunto (muitos grupos têm) e, como coletivo,
>>> não querer participar. Por isso espaço para opinião. Do mesmo jeito que
>>> você opina que acha que não devemos participar do encontro tal, ir ao
>>> evento tal, integrar o grupo tal. Eu poderia só ter colocado "quem quer ir"
>>> e ser criticada por não ter perguntado "se queremos/achamos importante ir".
>>>
>>> Você sabe que te respeito, respeito o movimento, respeito as pessoas que
>>> fazem parte dele, seus processos etc.
>>>
>>> Agora, não há uma única forma de fazer parte dele, de fazer as coisas,
>>> de ler as coisas, de sugerir as coisas, de falar as coisas. Eu dificilmente
>>> vou fazer as coisas exatamente do seu jeito porque não sou você.
>>>
>>> Quando eu acho que você escreve de forma não convidativa, ou meio
>>> mandona, ou de forma que envolve pouco etc. eu não digo que está errado,
>>> tem problema etc., É você que está escrevendo, tem o jeito do Argenton e é
>>> isso aí - com ônus e bônus.
>>>
>>> Claro que podemos nos criticar, até pra não envelhecermos sem nos
>>> transformarmos. Mas, assim, cá entre nós, como toda vez tem um problema, eu
>>> confesso que começo a me preocupar menos com as críticas, porque não
>>> importa muito o que faça, a resposta será sempre a crítica - então entra na
>>> normalidade. É como um "oi, tudo bem?" "tudo, você está fazendo errado".
>>> ok, ok. Previsível. Fazer o quê?
>>>
>>> As pessoas podem discordar de você e ter razões pra fazer as coisas de
>>> forma diferente. Expus por que perguntei se achavam que deveríamos
>>> participar e perguntei quem queria participar, bem como se gostariam de
>>> sugerir um nome (quantas vezes eu não posso participar de coisas, mas acho
>>> que o grupo - seja ele qual for - deve ir e que há X e Y pessoas que eu
>>> acho que cumpririam bem o papel. Há pessoas que conhecem mais de um
>>> assunto, há pessoas que conhecem melhor de outro. Faz parte revezar, a
>>> quase todo encontro que tenho ido, algum voluntário tem ido junto - o Jonas
>>> foi à Fliporto, o Vini foi à Fiocruz, e temos aprendido juntos, creio).
>>> Quem está puxando as atividades da CP 2013 são Mateus e Jonas. Todos os
>>> voluntários são pessoas com vontades, opiniões, cabeças próprias, ninguém
>>> vai obrigado ou arrastado. Ou se a pessoa vai porque se sente obrigada
>>> pelas indicações, é porque ela acha que vale a pena "cumprir a missão
>>> específica", mesmo que inicialmente preferisse brincar com o cachorro, ir à
>>> praia, ler um livro ou ir à faculdade.
>>>
>>> E, sim, é pra todos se sentirem convidados. Se não se sentiram,
>>> desculpem. Se você não se sentiu, mas quer participar, please, be bold.
>>> Ponha seu nome e decidam quem participará (ou mandem mais de um nome e o
>>> Google decide, como acharem melhor).
>>>
>>> Abração
>>> Oona
>>>
>>>
>>> 2012/12/14 Everton Zanella Alvarenga <everton...@gmail.com>
>>>
>>>>
>>>>
>>>> Em 14 de dezembro de 2012 10:38, Rodrigo Tetsuo Argenton <
>>>> rodrigo.argen...@gmail.com> escreveu:
>>>>
>>>> > Nenhum? Eu falei pelo menos 3, acho que não sabes ler, ou é aquele
>>>> tipo de
>>>> > cego que não quer ver. Puxassaquismo tem limites...
>>>>
>>>> Estupidez não.
>>>>
>>>> _______________________________________________
>>>> WikimediaBR-l mailing list
>>>> WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
>>>> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l
>>>>
>>>>
>>>
>>> _______________________________________________
>>> WikimediaBR-l mailing list
>>> WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
>>> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l
>>>
>>>
>>
>>
>> --
>> Rodrigo Tetsuo Argenton
>> rodrigo.argen...@gmail.com
>> +55 11 97 97 18 884
>>
>> _______________________________________________
>> WikimediaBR-l mailing list
>> WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
>> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l
>>
>>
>
_______________________________________________
WikimediaBR-l mailing list
WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l

Responder a