Pegando a partir deste último ponto do Everton, perguntas pra pensar:

O que falta mais: ideias, vontade, contatos, processos, disposição,
disponibilidade, perspectiva/trabalho coletiva/o, recursos?

(lembrando que os microsubsídios estão sendo subutilizados e as
solicitações foram principalmente para recursos de deslocamento para
participação em eventos).



2014-06-07 15:01 GMT-03:00 Everton Zanella Alvarenga <
everton.alvare...@okfn.org>:

> Cuidado ao ponto de nunca fazer após tanto tempo de trabalho. :)
>
> Insisto, pegue a grana de *algumas* viagens inúteis dos últimos anos do
> catalisador e contrate freelas para projetos curtos e específicos - claro,
> para isso é preciso ter *ideias* para projetos e *executá-los*. Poderá até
> crescer organicamente, se o trabalho for bem-feito.
>
> Uma dinâmica de projetos curtos onde outras pessoas ajudam quando vêem que
> o projeto é para um bem comum me parece uma boa estratégia. Você mostra que
> algo é legal e atrai pessoas legais para ajudar. A ideia que qualidade
> atrai qualidade pode ser aplicada em várias coisas, inclusive para
> catalisar comunidades e atrair pessoas.
>
>
> Em 6 de junho de 2014 14:28, Oona Castro <oonacas...@gmail.com> escreveu:
>
> Esses exemplos dados pelo Jo e Helder são ótimos!
>>
>> 1) Sobre um dos pontos do Jo: eu também acho que exposição da mídia pode
>> atrair colaboradores (já conversamos isso algumas vezes em função da
>> observação em mudanças recentes). Mas essa observação que temos não se
>> reflete em aumento de editores. Como converter novos *propensos
>> colaboradores* em colaboradores? Faz sentido construirmos uma porta de
>> entrada mais mastigada e pensarmos em melhorias no programa de tutoria para
>> revertermos interesse em colaboração efetiva (sabendo que quase todo mundo
>> entra cru, não conhece todas as regras, leva um tempo pra entender coisas
>> básicas etc.)?
>>
>> 2) Sobre o ponto do Helder: o Correio é um ótimo exemplo de um esforço de
>> retomar um projeto da comunidade em que nos envolvemos ativamente e, num
>> dado momento, chegou a ficar quase que um canal só do programa. Nos
>> programamos pra dividir e fazer posts do que estava rolando. Volta e meia
>> eu postava aqui e ali perguntando quem queria colaborar, se alguém tinha
>> uma pauta etc. Um dia, dei início às páginas pra deixar claro que tínhamos
>> intenção de escrever sobre aqueles assuntos e fomos questionados de estar
>> "bloqueando espaço, inibindo participação de outras pessoas". Ouvimos
>> também que estava "só com coisas do catalisador". Me questionei se
>> estávamos portanto gerando o efeito oposto ao desejado, o espaço foi se
>> esvaziando até parar de novo. Podemos retomar, acho inclusive um canal bom
>> pra informarmos o que está acontecendo no programa, mas pergunto: é isso
>> mesmo? Retomemos? Retomemos com mudanças? Retomemos em que condições? Não
>> devemos retomar como fazíamos, mas de outra forma? Chamar as pessoas pra
>> escrever gerará resultados?
>>
>> Só pra esclarecer uma informação que o Everton colocou na minha boca: eu
>> considero ter uma pessoa de comunicação na equipe e também já considerei
>> propormos freelas pra comunicação - já chegamos até a ter diálogos com
>> pessoas interessadas nesse sentido. O que eu coloquei é que em vários anos
>> de experiência no Overmundo, onde tínhamos incentivos com recursos
>> financeiros pra produção de conteúdos que faltavam de forma orgânica
>> (oferecíamos colaboração paga quando identificávamos ausência de
>> diversidade regional - faltava conteúdo sobre a região norte / ou de
>> linguagens: faltava conteúdo sobre literatura) isso geralmente só resolvia
>> temporariamente. Uma vez que não abríamos editais pra colaborações pagas
>> com orientação editorial, voltava à situação inicial. Então, meu ponto é
>> que colaborações ad-hoc funcionam pra resolver questão de conteúdo - mas
>> não necessariamente geram processos orgânicos. E por vezes até desmotivam
>> quem antes fazia por interesse/conta própria, gerando um efeito ruim na
>> participação orgânica. Esse é um aprendizado de outro projeto que
>> compartilho, mas não descarto e nunca descartei. Só acho que precisa haver
>> bastante cuidado com esse tipo de abordagem.
>>
>> Abraços
>> Oona
>>
>>
>> 2014-06-05 14:34 GMT-03:00 Helder . <helder.w...@gmail.com>:
>>
>> 2014-06-05 10:57 GMT-03:00 Everton Zanella Alvarenga
>>> <everton.alvare...@okfn.org>:
>>> > João, eu concordo plenamente com esse comentário. E por isso uma medida
>>> > simples, que já foi proposta, é: contratar alguém de comunicação para
>>> > escrever sobre a comunidade.
>>> >
>>> > E pode até ser alguém da comunidade. Melhor, de preferência alguém da
>>> > comunidade.
>>>
>>> Lembrando que, infelizmente, o Correio da Wikipédia morreu:
>>> https://pt.wikipedia.org/w/index.php?diff=39040396
>>>
>>> Helder
>>>
>>> _______________________________________________
>>> WikimediaBR-l mailing list
>>> WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
>>> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l
>>>
>>
>>
>> _______________________________________________
>> WikimediaBR-l mailing list
>> WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
>> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l
>>
>>
>
>
> --
> Everton Zanella Alvarenga (also Tom)
> Open Knowledge Brasil - Rede pelo Conhecimento Livre
> http://br.okfn.org
>
> _______________________________________________
> WikimediaBR-l mailing list
> WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l
>
>
_______________________________________________
WikimediaBR-l mailing list
WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l

Responder a