O que leva o CGI.br a dar o péssimo exemplo de:

- licenciar a íntegra da pesquisa em NC?

- não inserir uma notinha de licença que seja no arquivo de resumo?

Não sei se isso é sintomático da qualidade do debate brasileiro quanto às
adoções das licenças, mas era de se esperar uma atitude completamente
diferente do CGI.br, inclusive pela contribuição relevante em outras
questões.

Peço considerarem isso uma nota de repúdio e auxílio à mesma atingir as
pessoas que podem cogitar alterações de ações por parte dos envolvidos.

Luiz Augusto Pereira Fernandes,
Voluntário na Wikimedia Foundation desde 2004
Estudante de 'Biblioteconomia e Ciência da Informação'
Em 21/11/2014 11:41, "Everton Zanella Alvarenga" <t...@okfn.org.br> escreveu:

> Apenas? Para o que lembro dos professores que vi nos colégios e o que leio
> em comunidades de redes sociais com muitos professores, esse número me
> parece bom.
>
> E olha que se formos colocar um critério sobre o que é bom e relevante,
> talvez esses 21% caiam drasticamente, seria minha aposta.
>
> Em 21 de novembro de 2014 00:38, Paulo Francisco Slomp <sl...@ufrgs.br>
> escreveu:
>
>>
>> Divulgar a possibilidade de professores e alunos editarem a Wikipédia:
>>
>> Apenas 21% dos professores de escolas públicas já publicaram na Internet
>> algum conteúdo educacional que produziram
>>
>> ---
>>
>> Pesquisa nacional TICs Educação
>>
>> Entrevistas realizadas em escolas públicas e privadas localizadas em
>> áreas urbanas de todas as regiões do território nacional
>>
>> Apenas 39% dos professores utilizam softwares educacionais com seus alunos
>>
>> Textos, imagens, figuras, ilustrações ou fotos da Internet são utilizados
>> por 84% dos professores
>>
>> Pesquisa publicada em 15/11/2014 (dados coletados em 2013)
>>
>> Resumo: http://cetic.br/media/analises/tic-educacao-apresentacao-2013.pdf
>>
>> Pesquisa completa, com 512 páginas:
>> http://cetic.br/media/docs/publicacoes/2/tic-educacao-2013.pdf
>>
>> ---
>>
>> São Paulo, 15 de julho de 2014
>>
>> TIC Educação 2013 revela aumento do uso do computador e Internet na sala
>> de aula
>>
>> Pesquisa do CETIC.br ouviu 994 escolas públicas e privadas do Brasil
>>
>> Fonte: http://www.nic.br/imprensa/releases/2014/rl-2014-22.htm
>>
>> Os professores e alunos brasileiros cada vez mais utilizam computador e
>> Internet em suas atividades em sala de aula. Essa é uma das conclusões da
>> pesquisa TIC Educação 2013, realizada pelo Comitê Gestor da Internet no
>> Brasil (CGI.br) por meio do Centro Regional de Estudos para o
>> Desenvolvimento da Sociedade da Informação (CETIC.br), do Núcleo de
>> Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).
>>
>> A coleta de dados para a realização da quarta edição da TIC Educação
>> aconteceu entre os meses de setembro e dezembro de 2013. Foram
>> entrevistados, presencialmente, 939 diretores, 870 coordenadores
>> pedagógicos, 1.987 professores e 9.657 alunos, de 994 escolas públicas e
>> privadas localizadas em áreas urbanas de todas as regiões do território
>> nacional.
>>
>> Nas escolas públicas, 46% dos professores declararam utilizar computador
>> e Internet em atividades com os alunos na sala de aula – um aumento de 10
>> pontos percentuais em relação ao ano de 2012. “Esse dado mostra como o
>> professor percebe a importância do uso das novas tecnologias com os alunos,
>> pois, parte deles leva seu computador pessoal para a sala de aula”, explica
>> Alexandre Barbosa, gerente do CETIC.br.
>>
>> Ainda que a sala de aula tenha crescido como local de uso do computador e
>> da Internet nas atividades com os alunos, o ambiente mais comum para o uso
>> de computador e Internet nas escolas públicas segue sendo o laboratório de
>> informática (76%).
>>
>> Outro destaque está no crescimento do uso de tablets nas escolas
>> públicas. Enquanto em 2012 apenas 2% delas possuíam esse tipo de
>> equipamento, em 2013 esse número chegou a 11%.
>>
>> Tendência à mobilidade
>> “A pesquisa TIC Educação 2013 também aponta para uma crescente tendência
>> de mobilidade nas escolas, fenômeno também observado nas empresas e nos
>> domicílios brasileiros, por meio das pesquisas TIC Domicílios 2013 e TIC
>> Empresas 2013”, revela Alexandre Barbosa. Essa tendência se reflete no fato
>> de que 71% das escolas públicas possuem acesso à Internet sem fio (WiFi),
>> um aumento de 14 pontos percentuais em relação a 2012.
>>
>> A pesquisa aponta ainda que a Internet está presente na maioria das
>> escolas que possuem computador na rede pública (95%) e na rede privada
>> (99%), porém, a baixa velocidade de conexão à rede ainda é um desafio: 52%
>> das escolas públicas declararam possuir uma conexão de até 2 Mbps, enquanto
>> este percentual é de 28% nas escolas particulares. Na percepção dos
>> professores e coordenadores pedagógicos, esta ainda se constitui em uma
>> barreira para adoção das novas tecnologias nos processos de ensino e
>> aprendizagem.
>>
>> Uso de Internet pelos professores
>> O uso da Internet continua praticamente universalizado entre os
>> professores de escolas públicas (99%) e o acesso à rede por meio de
>> dispositivos móveis cresceu 14 pontos percentuais em 2013: 36% dos
>> professores declararam acessar a rede por meio de telefone celular, sendo
>> que no ano anterior este número era de 22%.
>>
>> Uso de conteúdos educacionais digitais
>> A pesquisa TIC Educação 2013 acrescentou novos indicadores que mostram
>> que 96% dos professores de escolas públicas usam recursos educacionais
>> disponíveis na Internet para preparar aulas ou atividades com os alunos. Os
>> tipos de recursos mais utilizados são imagens, figuras, ilustrações ou
>> fotos (84%), textos (83%), questões de prova (73%) e vídeos (74%). O uso de
>> jogos chega a 42%, apresentações prontas, 41%, e programas e softwares
>> educacionais, 39%.
>>
>> A quantidade de publicações de recursos educacionais por professores, ou
>> seja, profissionais que são autores de conteúdos educacionais e que
>> compartilham suas produções na rede, ainda é pequena. Apenas 21% dos
>> professores de escolas públicas já publicaram na Internet algum conteúdo
>> educacional que produziram para utilizar em suas aulas ou atividades com os
>> alunos.
>>
>> Para acessar a pesquisa TIC Educação 2013 na íntegra, assim como as
>> pesquisas anteriores do CETIC.br, visite http://cetic.br.
>>
>> Assista ao vídeo de apresentação dos dados da pesquisa:
>> https://www.youtube.com/watch?v=8sfR6edHczc.
>>
>>
>> Sobre o CETIC.br
>> O Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da
>> Informação, do NIC.br, é responsável pela produção de indicadores e
>> estatísticas sobre a disponibilidade e uso da Internet no Brasil,
>> divulgando análises e informações periódicas sobre o desenvolvimento da
>> rede no País. O CETIC.br é um Centro Regional de Estudos, sob os auspícios
>> da UNESCO. Mais informações em http://www.cetic.br/.
>>
>> Sobre o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br
>> O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR — NIC.br (
>> http://www.nic.br/) é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que
>> implementa as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil.
>> São atividades permanentes do NIC.br coordenar o registro de nomes de
>> domínio — Registro.br (http://www.registro.br/), estudar, responder e
>> tratar incidentes de segurança no Brasil — CERT.br (http://www.cert.br/),
>> estudar e pesquisar tecnologias de redes e operações — CEPTRO.br (
>> http://www.ceptro.br/), produzir indicadores sobre as tecnologias da
>> informação e da comunicação — CETIC.br (http://www.cetic.br/) e abrigar
>> o escritório do W3C no Brasil (http://www.w3c.br/).
>>
>> Sobre o Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br
>> O Comitê Gestor da Internet no Brasil, responsável por estabelecer
>> diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet
>> no Brasil, coordena e integra todas as iniciativas de serviços Internet no
>> País, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos
>> serviços ofertados. Com base nos princípios do multissetorialismo e
>> transparência, o CGI.br representa um modelo de governança da Internet
>> democrático, elogiado internacionalmente, em que todos os setores da
>> sociedade são partícipes de forma equânime de suas decisões. Uma de suas
>> formulações são os 10 Princípios para a Governança e Uso da Internet (
>> http://www.cgi.br/principios). Mais informações em http://www.cgi.br/.
>>
>>
>> _______________________________
>> Paulo Francisco Slomp
>> http://ufrgs.br/psicoeduc
>> Acionado com Software Livre
>> http://ufrgs.br/soft-livre-edu
>>
>> _______________________________________________
>> Educacao-br mailing list
>> educacao...@lists.wikimedia.org
>> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/educacao-br
>>
>
>
>
> --
> Everton Zanella Alvarenga (also Tom)
> Open Knowledge Brasil - Rede pelo Conhecimento Livre
> http://br.okfn.org
>
> _______________________________________________
> Educacao-br mailing list
> educacao...@lists.wikimedia.org
> https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/educacao-br
>
>
_______________________________________________
WikimediaBR-l mailing list
WikimediaBR-l@lists.wikimedia.org
https://lists.wikimedia.org/mailman/listinfo/wikimediabr-l

Responder a