Fala Hugo,

> > Hugo, você poderia ser um pouco mais claro? Não entendi o que tu
> > quis dizer com temos o próprio HTML para usar.
> 
> Peco desculpa mas meu portugues do brasil esta mais enfraquecido estes
> dias... :-)

nah... ainda está *perfeicto*!

> Traduzindo... Para que usar uma linguagem pra produzir HTML se o HTML
> ja existe pra usar directo?

Cara, confesso que ainda não entendi... :-)

ZPT, como o nome diz, são apenas templates para gerar código HTML.
Esses templates, que nada mais são do que arquivos HTML com áreas de
marcação predefinidas, são então usados para gerar conteúdo dinâmico.

Como você geraria o mesmo HTML diretamente? Embutindo a lógica junto
com a apresentação, à la PHP, ou mesmo DTML? Como se usaria HTML
direto (ou mais direto do que com ZPT) nesse caso?

É isso que eu quero entender.

> Por outras palavras...
> Pra que sair de Porto Alegre de barco, chegar em Floripa, apanhar o
> busao ate curitiba, apanhar carona ate sao paulo, pegar uma bicicleta
> e rolar ate uberlandia e fazer o resto do percurso ate brasilia a
> pe... Se podemos apanhar o aviao de POA ate BSB directo?
> 
> A nao ser que me digam que, so pra ver as malucas em floripa torrando
> no sol, vale a pena toda a viagem por terra e mar... :-)

Acredito que a analogia não tenha relação direta com a geração de
HTML, mas mesmo assim ficou interessante de ler! ;-)

[]'s

-- 

Dorneles Treméa
X3ng Web Technology

Responder a