Em 27/03/08, Davi Medeiros<[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
> Eu havia alterado o config.py somente em:
>
> MAILDROP_HOME="/var/lib/zope/Products/custom/MaildropHost"
>
>
> E em seguida criado subdiretórios spool e var neste caminho, porém
>  achei estranho que eles não estavam sendo criados sozinhos. Dei um
>  touch var/maildrop.log e 777 em todos três. A msg de erro não mais
>  apareceu, mas tb nenhuma outra, e o maildrop.log tb não foi
>  preenchido. Além disso, um efeito colateral de renomear é que o
>  contact-info tenta usar o método secureSend q não existe no MailDrop.
>
>  Obrigado,
>  Davi Lima
>
Mas essa versão do MailDrop não utiliza o secureSend.  Há inclusive
esse comentário em NewsletterTheme.py:

# due to the bug in SecureMailHost we cannot pass
email.Message.Message instance
# to the secureSend method. http://dev.plone.org/plone/ticket/6504
# so make a string from the Message object and use send and not secureSend.
# secureSend can be used in Plone 3, because there is fixed SecureMailHost.

Uma forma (tosca) de debugar um produto é alterar MaildropHost.py da
seguinte forma:

1. insira no início:
import logging
logger = logging.getLogger('Mail - ')

2. inserir logger.warn() nos pontos que você quiser verificar alguma
coisa (criação de pastas, arquivos, etc.).  Exemplo:
logger.warn(os.path.join(MAILDROP_VAR, 'maildrop.log'))

Aí é só reinstalar o MailDrop e acompanhar no event.log as mensagens
que são geradas.

É claro que há métodos melhores e mais sofisticados para debugar o
Zope, mas eu ainda não estou familiarizado com eles.

Zénrique.

Responder a