Ricardo Maia wrote:

Antonio Torres wrote:

Para aqueles que sempre se perguntam se uma empresa está legalmente autorizada a "olhar" os e-mails dos empregados, o TST (Tribunal Superior do Trabalho) acabou com as dúvidas:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u96305.shtml

Nao eh bem assim.

em entrevista, um juiz do tst deixou claro que a empresa pode auditar o e-mail do trabalho, e nao o pessoal.
mesmo assim, como se poderia conjugar o direito a privacidade do usuario e ao mesmo tempo o direito de auditoria por parte da empresa?


Bem, vou repetir o que ja escrevi anteriormente (e que deve estar em algum lugar do histórico ou do tempo/espaço da lista) e que foi confirmado pela sentença do TST citada no artigo:

A empresa tem o direito, agora baseado em jurisprudencia, de auditar "os e-mails fornecidos para o cumprimento do trabalho", ou seja: os e-mails que os funcionarios "ganham" quando contratados.

Exemplo:
Alguem é contratado como comprador pela empresa BATATATA S/A e "recebe" um computador, um acesso à internet e um e-mail ([EMAIL PROTECTED]).


A empresa tem o direito de ler todos as mensagens recebidas/enviadas para a conta [EMAIL PROTECTED] !!!

A conta de e-mail "[EMAIL PROTECTED]" é considerada como uma ferramenta de trabalho, pertencente à empresa, e temporariamente (durante a vigencia do contrato de trabalho) cedida ao funcionario (da mesma forma que o computador, a mesa a cadeira, etc).

É isso que o TST exclareceu !!

*em nenhuma hipotese e-mails pessoais estão incluidos*

Se a empresa se preocupa com "vazamento de informações" ou "abuso do uso da internet", ela pode restringir os acessos à Internet (bloqueio de messenger, webmails, smtp/pop3 externos, bloqueio de uso de disquetes, etc, etc, etc..)

[]s

Antonio Torres
[EMAIL PROTECTED]


_______________________________________________ Freebsd mailing list Freebsd@fug.com.br http://mail.fug.com.br/mailman/listinfo/freebsd_fug.com.br

Responder a