Não se esqueça que FAT32 tem limitação para tamanho de arquivos:
Máximo de 4GB.
Isto já me trouxe problemas. Portanto, eu utilizo o hd externo com ntfs 
e leio e escrevo na partição, a partir do free, usando o fusefs-ntfs.
Entretando a performance dele para escrita é sofrível.


Pablo Sánchez escreveu:
> Em 02/03/08, Carlos A. M. dos Santos<[EMAIL PROTECTED]> escreveu:
>   
>> 2008/3/1 Pablo Sánchez <[EMAIL PROTECTED]>:
>>
>>     
>>> Melhor ainda, poderia converter tudo para um formato aceitável por
>>>       
>>  >  todos. O formato, claro, tem suas falhas de segurança... Mas FAT32,
>>  >  por bem ou por mal, é a única coisa que todos os três sistemas
>>  >  interpretam.
>>
>>
>> Mas a inteção do OP não é ter os 3 sistemas simultaneamente. Ele quer
>>  migrar pra FreeBSD e pegar dados de partições que já existem.
>>     
>
> Sim, pode até ser, mas ele pode fazer isso com uma partição
> intermediária, e só migrar de vez depois. Se for o caso, o Fat32 ajuda
> nessa etapa do "vamos todos escrever no mesmo lugar". E com Fat32,
> acontece essa questão da limitação no tamanho para 32gb do windows...
> embora ele leia mais, não formata acima disso, então, citei a
> ferramenta em questão.
>
> Eu apelei para o Fat32 como um formato intermediário, pois esse HD
> externo que tenho migro entre trampo (win) e casa (free e win). Para
> mim, foi a solução que atendeu, para o colega, pode servir como ponte
> para ele atingir o objetivo. Só o citei como opção, não como solução
> única. A questão é que NTFS não é uma boa, e formatos 100% Linux
> também não. Fat 32, por bem ou por mal, é o único formato atual que
> ainda consegue fazer um meio de campo semi-descente...
> -------------------------
> Histórico: http://www.fug.com.br/historico/html/freebsd/
> Sair da lista: https://www.fug.com.br/mailman/listinfo/freebsd
>   


-- 
Cordialmente,

Rodolfo Zappa

Archive TSP - Total Solution Provider
Nosso negócio é garantir que a sua rede de informações não pare!

(21) 2567-1842
[EMAIL PROTECTED]
http://www.archive.com.br

"Se a gente se lança sem vigor, sete de dez ações tomadas não dão certo. É 
extremamente difícil tomar decisões num estado de agitação. Por outro lado, se 
sem se preocupar com as conseqüências menores, abordamos os problemas com o 
espírito afiado como uma lâmina, sempre encontramos a solução em menos tempo do 
que é necessáio para respirar sete vezes." Nabeshima Naoshige (1538-1618) 




-------------------------
Histórico: http://www.fug.com.br/historico/html/freebsd/
Sair da lista: https://www.fug.com.br/mailman/listinfo/freebsd

Responder a