Title: Help
Oi, pessoal:
 
Há alguns dias eu perguntei se era conhecida uma cota inferior para L = liminf (p(n+1) - p(n)), onde p(n) = n-ésimo primo.
 
Isso foi uma pergunta boba pois, como o Morgado me lembrou, se soubéssemos que L existe, então também saberiamos se existe ou não uma infinidade de primos gêmeos (pares de primos cuja diferença é 2, tais como 5 e 7; 17 e 19 ou 2267 e 2269).
 
Mais precisamente, é claro que L >= 2, pois para n > 1, a diferença entre p(n+1) e p(n) é sempre >= 2.
Se L = 2, então existe uma infinidade de primos gêmeos.
Se L > 2, então existe apenas um número finito deles.
 
Aparentemente, ainda devemos estar bem longe da solução desse problema, pois não se sabe nem se
liminf ((p(n+1)-p(n))/ln(p(n))) é igual a zero.
 
[]s,
Claudio.
 

Responder a