Aquela família de sádicos estava passeando de carro quando de repente
um cachorro cruza a pista.
            - Mata pai, mata pai! - gritam as crianças alvoroçadas!
            Póófff! E o cachorro é esmagado pelas rodas do carro.
            - Urra! - gritam as crianças.
            Um pouco mais adiante é uma velhinha que tenta atravessar a
rua.
            - Mata pai, mata pai! - gritam as crianças alvoroçadas!
            Póófff! E os cacos da velhinha se esparramam pelo asfalto.
            - Urra! - gritam as crianças.
            Um pouco mais adiante o carro derrapa numa curva um das
portas dianteiras se abre, a mãe é atirada para fora e
rola               em um despenhadeiro.
            - Urra! - gritam as crianças, menos uma que começa a chorar.

            - O que foi, meu filho - pergunta o pai. - A mamãe... -
balbucia ele,
            entre soluços.
            - Você está triste porque a mamãe morreu?
            - Não... É que eu não vi ela cair!!
------------------------------------------------------------------------

O Instituto Pasteur anunciou que não vai mais usar ratos em experiências
médicas. No lugar dos ratos, serão usados advogados, por três razões:
1. Existem no momento mais advogados do que ratos;
2. Os pesquisadores não ficam tão ligados emocionalmente aos advogados
do que eles ficavam com os ratos;
3. Não importa o que você tenta, há certas coisas que nem os ratos
fazem.
------------------------------------------------------------------------

Num grande hospital, precisamente no quarto andar, estava acontecendo um
parto.
Quando nasce a criança o obstetra dá o habitual tapinha e exclama:
- Chora!
E a criança não emite nem um som sequer!
- Chora! Chora!
E já irritado leva a criança até a janela.
A mãe já se encontrava muito preocupada.
- Chora! (Dando tapinhas na bundinha da criança)
- Chora! Chora senão eu te jogo!
A criança não chorou, e ele jogou a criança.
- NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃO ! O que você fez! - Disse a mãe assustada
- Brincadeirinha, nasceu morto.
------------------------------------------------------------------------

Estavam todos reunidos lá no céu sem saber como os Mamonas morreram.
Perguntaram para todos, para o Senna, para o Denner, para a Daniela
Perez , ninguém sabia de nada.
Até que resolveram perguntar para o Ulisses Guimarães :
- Ulisses , o senhor sabe como os Mamonas morreram ??
E ele :
- Não sei, estou "boiando" até hoje !
-------------------------------------------------------------------------

Porque na Somália as pessoas tomam banho de braços abertos?
... para não cair pelo ralo...
------------------------------------------------------------------------

Porque a distribuição populacional na Somália é irregular?
... porque varia com o vento...
------------------------------------------------------------------------

O eletricista entra na sala do hospital, onde estão os doentes
submetidos aos aparelhos de pulmão artificial, e anuncia :
-E agora, pessoal...vamos dar uma respirada bem funda, que eu preciso
cortar a luz por cinco minutos !
------------------------------------------------------------------------



---------------------------------------------------------------------
Você tem email?? Que tal mudar gratuitamente para [EMAIL PROTECTED]?
Visite http://www.email.com.br e faça seu pedido. Esse email é seu!
---------------------------------------------------------------------

Responder a